Imap flagra exploração irregular de seixo

Fiscais do Instituto do Meio Ambiente e de Ordenamento Territorial do Amapá (Imap) flagraram uma lavra irregular de seixo no leito de um dos rios mais importantes do Amapá, o Araguari. A balsa que transporta os equipamentos para retirada do minério do fundo do rio estava operando em frente a um balneário do município de Porto Grande, fora da área de concessão para lavra no momento da fiscalização. O responsável acabou autuado e multado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *