Operação Legalidade

O secretário de Estado da Segurança Pública, Nixon Kenedy Monteiro, e o comandante-geral da Polícia Militar, cel. Aclemildo Barbosa, apresentaram nesta segunda-feira, 30, o resultado da “Operação Legalidade”, deflagrada durante o último final de semana, me Macapá.

Dentro da Operação Legalidade também foi realizada cinco ações conjuntas voltadas para a segurança do cidadão. Para o secretário da Sejusp, este final de semana foi atípico, em função do grande número de festas realizadas na capital.

“Houve várias comemorações na cidade, como festas juninas e jogo do Brasil. Mesmo assim, conseguimos manter o objetivo da operação que foi de pôr em prática as operações Check-Point, Saturação, Lei Seca, Quadra Junina e Copa”, destacou.

Resultado da Operação

As equipes do Detran, com o apoio de outras forças de Segurança Pública, abordaram 416 veículos, notificando 68 deles por infrações diversas de trânsito, como a falta de habilitação, documentação de veículo em atraso, entre outros casos. Ao todo, 14 veículos foram apreendidos e 31 habilitações recolhidas.

A equipe da Fiscalização Tributária, juntamente com o Departamento de Diversões Públicas da Polícia Civil, Polícia Militar e Batalhão Ambiental, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Conselho Tutelar e Juizado da Infância e Juventude, realizaram 25 notificações a estabelecimentos comerciais como bares, boates e similares. Dois deles por conta da poluição sonora, e onze aparelhos de som foram recolhidos, de estabelecimentos e de veículos.

No sábado, 28, em patrulhamento a pé, a Polícia Militar abordou, no bairro Buritizal, uma mulher e apreendeu com ela 15 cabeças de substância entorpecentes e R$ 328,00, provenientes, segundo a PM, da venda dos entorpecentes.

Os órgãos da segurança abordaram 525 pessoas, destas, o Conselho Tutelar recolheu das ruas 16 menores de idade. Pessoas encaminhadas a Delegacia por embriagues ao volante, desacato e motivos diversos, somam onze.

(Secom/GEA)

  • É muito válido e necessário o trabalho conjunto das policias,mas há nessas operações muito despreparo em abordagens por parte de policiais.Neste domingo meu cunhado vivenciou uma cena destas ,total desnecessária,por parte de policiais.Não irei relatar aqui,pq já aconteceu e graças à calma e tranquilidade de quem não estava fazendo nada errado,foi tudo resolvido sem maiores problemas. Na verdade as policias neste nosso país,são total despreparadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *