PF combate tráfico de armas na fronteira entre Brasil e Guiana Francesa

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (18/02), no município de Oiapoque –
extremo norte do estado do Amapá –, a Operação Senhor das Armas.
Cerca de 12 policiais federais participaram da ação, dando cumprimento a três mandados de busca e apreensão em empresas e residências. O objetivo é reprimir o tráfico internacional de armas e munições naquela cidade, que está na fronteira entre o Brasil e a Guiana Francesa, por onde entram objetos ilícitos.
As investigações que deram origem à operação foram iniciadas após uma prisão em flagrante realizada pela Polícia Federal em Oiapoque, que, na ocasião, surpreendeu um homem com armas, munições e outros itens armamentícios de origem estrangeira.
Em seguida, os trabalhos policiais avançaram e indicaram fortes indícios de comércio de armas e munições de procedência estrangeira para abastecer comunidades indígenas na região, além das cidades de Oiapoque/AP e Macapá/AP.
Durante a deflagração da operação, um homem de 56 anos foi preso em flagrante por porte e posse ilegal de arma de fogo. Ele tinha consigo armas, munições de origem estrangeira e acessórios proibidos, que foram apreendidos pela PF.
Os envolvidos, uma vez condenados, poderão cumprir até 16 anos de reclusão. O nome da operação é uma alusão à pessoa que comandaria o tráfico internacional de armas e munições na fronteira do Brasil com a Guiana Francesa.

(Texto e foto: Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *