PF deflagra a Operação Rapina II no Amapá

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (10/03), a Operação Rapina II, com objetivo de combater fraudes no recebimento de precatórios judiciais.

No âmbito da operação foi cumprido um mandado de busca e apreensão e um mandado de risão temporária, ambos no município de Macapá/AP.

A operação é desdobramento da Operação Rapina, iniciada em 2018, que investigava uma quadrilha especializada em fraudes relacionadas ao saque  de precatórios judiciais, valendo-se de procurações falsas.

Os prejuízos causados ao erário são estimados em R$ 4.346.107,00.

O investigado poderá responder, na medida das suas responsabilidades, pelos crimes de estelionato majorado (171, § 3º, do CP), uso de documento falso (304 do CP) e integração de organização criminosa (art. 2º da Lei nº 12.850/2013), e, se condenado, poderá cumprir pena de até 20 anos e 06 meses de reclusão.

* Rapina: O nome diz respeito à expertise dos criminosos, comparável a uma ave de rapina.

(Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá )

Matéria relacionada

Operação Rapina – PF cumpre cinco mandados de prisão – 26/11/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *