Polícia Civil desarticula organização criminosa que utilizava o nome de desembargador e de senador para auferir vantagem financeira

A Polícia Civil do Estado do Amapá, por meio da 6ª Delegacia de Polícia da capital, indiciou na manhã de hoje cinco pessoas pelos crimes de organização criminosa, lavagem de capitais, estelionato contra idoso e falsidade ideológica.

A investigação se iniciou há cerca de um ano e conseguiu identificar a estrutura criminosa que auferia vantagens financeiras através da utilização de nomes de servidores do Poder Judiciário, Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Amapá e Senador da República.

As ações praticadas pelos criminosos consistiam na utilização indevida do nome e pseudônimos de servidores públicos em histórias relacionadas a emissão de precatórios e assuntos vinculados ao Poder Judiciário.

Estima-se que as fraudes superem o valor de cinco milhões de reais.

Segundo o Delegado de Polícia Leandro Vieira Leite, que conduziu as investigações, “foi possível identificar, através do trabalho de campo, o momento em que auferiram a vantagem financeira, mantendo a vítima em erro, até o instante em compensavam o numerário nas agências bancárias”.

O Inquérito Policial foi concluído e encaminhado ao Poder Judiciário.

(Ascom)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.