Aos 88 anos falece em Macapá o professor Paulo Lobato

Paulo e Idália Lobato. Ele faria 88 anos no próximo sábado

Faleceu  hoje em Macapá  o enfermeiro e professor aposentado Paulo Lobato, esposo da também professora aposentada Idália Lobato.
A notícia me deixa muito triste. Seu Paulo era grande amigo de minha família. Amizade que vem de décadas e décadas.
O casal Paulo-Idália fazia parte do rol de melhores amigos de minha saudosa mãe Delzuite Cavalcante e sempre as nossas famílias estiveram juntas em datas comemorativas como o Natal, Ano Novo e aniversários.
Uma amizade que vem de muito longe. Dos tempos que as casas não tinham muros nem cerca e que a vizinhança era muito mais solidária do que hoje. Até 2008, a família Lobato morava na mesma rua que nossa família.

Lembro do “seu”Paulo passando diariamente na frente da nossa casa numa lambreta levando Idália na garupa. A lambreta era moda e a molecada sonhava em ter uma quando crescesse.
Lembro de um jardim cheinho de “Sorriso de Maria”- uma flor linda, miúda, de pétalas brancas e centro amarelo – que a minha irmã Alcilene achava a coisa mais bela do mundo. Esse jardim tinha o poder de nos encantar.
E as festas na casa da família Lobato? humm, sempre com mesa farta e muito vinho de boa qualidade e alegria, acima de tudo.
Ela professora de Geografia, ele professor de Ciências. Além de lecionarem em escolas públicas também davam aulas particulares e tinham imenso prazer em ensinar.
Depois de mais de 30 anos de bons serviços prestados ao Amapá, o casal aposentou-se. Mas não ficou inativo. Aposentados, os dois curtiram a vida viajando, passeando, caminhando e acessando a internet.
Católicos fervorosos não perdiam as missas dominicais. Antes na Igreja de Fátima e depois que mudaram-se para o bairro do Trem passaram a frequentar a Igreja de N.S.da Conceição.

Tenho uma enorme gratidão por seu Paulo e Idália. A partida dele me deixa realmente muito triste e imagino a tristeza da professora Idália, seus filhos e netos e peço a Deus que dê forças a eles.

O velório será na capela Central Pax (Av. Mendonça Furtado entre as ruas Santos Dumont e Marcelo Cândia) a partir das 19h30. O sepultamento ocorrerá as 10h desta quinta-feira, 7.

 

  • Grande homem; estudamos juntos no antigo GM; de 1966/1969; era um ótimo desenhista. Me solidarizo aos familiares e que Deus possa conforta-los neste momento de despedida e que o amigo receba a proteção Divina na sua nova missão.

  • Ela foi minha professora no antigo CCA. O amor que sentiam um pelo outro era visível. Imagino a tristeza que ela deve está sentindo. Minhas sinceras condolências à família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *