Assaltos e mais assaltos

Das 22h de domingo às 3 da madrugada três postos de gasolina foram assaltados em Macapá.
No primeiro, na rodovia JK, os assaltantes estavam de moto.
Nos outros dois (Buritizal e Rodovia Duca Serra) os bandidos estavam em carro de passeio vermelho.

  • Começa que esse país tem leis de primeiro mundo para um país de terceiro. Onde os bandidos e outros salafrários tem mais direitos que um cidadão comum.
    A policia não pode agir ostensivamente, seja ela qual seja. Se bater em bandido o policial é processado. Se mata acaba indo preso.
    Diz o ditado que tem, tem medo. O bandido olha para um lado e para o outro não vê ninguém, vai assaltar, roubar. Sabe que nada lhe acontece. Infelizmente essa é a realidade em nosso País. Sou pela tolerância zero. Bandido bom é bandido morto. Palmas para os policiais do BOPE.

  • Isso é um resultado da falta de investimento em segurança pública, em politicas para a juventude e policiais investidos nos gabinetes

    • Eu diria que a situação decorre, antes, do excesso de bandidos que são lançados no mundo diariamente. Já notou que todo dia morre bandido, mas o contingente não diminui? Parecer que para cada bandido que morre, 10 assumem a posição.
      .

  • Todos os dias somos assaltados, direta e indiretamente, diretamente por ladrões juramentados, indiretamente pelo governo, com os altos impostos cobrados de nós cidadãos, através da alta carga tributária.

  • Acabar com a violência é difícil? claro que não! Basta, para isso, que cada polícia cumpra o seu papel: A PM fazendo seu policiamento ostensivo, e a PC praticando os seus atos de polícia judiciária. Sou servidor dessa área, e. nos meus mais de 30 anos de atividade, pude presenciar o arrefecimento da violência em nosso Estado, em tempos idos , quando o Cel. CALIXTRATO comandou a PM. Naquela época, a polícia militar fazia o seu patrulhamento ostensivo eficaz, pois, os policiais eram colocados para fazerem nas áreas de maior violência (principalmente as baixadas), o policiamento a pés, também chamado COSME E DAMIÃO. Se essa tática fosse utilizada atualmente – não só na época de pagamento e no centro da cidade – certamente teríamos minorado esse alto índice de criminalidade. Podia-se, por exemplo, colocar patrulhas motorizadas durante as 24 horas com o devido policiamento a pés nos diferentes pontos críticos da cidade e aí , com certeza, não iríamos acabar com a violência, mas por certo diminuiriam em muito a criminalidade.

    • Imagino que mesmo, que o contingente policial seja triplicado, o número de bandidos sempre será maior. Todo dia morrem bandidos, mas a quantidade sempre aumenta. Que porra é essa?

      .

    • Não sou policial, mas já vi várias reportagens sobre a questão do aumento da violência e pude constatar que os policiais se mostram impotentes, inseguros e até com medo dos bandidos. Garanto que no seu tempo não existiam celulares paparazzi para filmar todas as ações mais enérgicas de policiais em serviço. Em alguns casos, há exagero, mas eu prefiro ver um policial metendo a porrada num bandido do que ver um bandido metendo bala num cidadão. Eu não tenho pena de bandidos. Eles não tem pena da gente? Bandido bom é bandido morto.

      • Eu tb prefiro ver policia metendo o cano em bandido.Tb concordo que há certos exageros por parte dos policiais.Estes muitas vxs abordam o cidadão(ã) comum,sem o mínimo preparo.Outro dia meu cunhado e sua familia foi abordado no trânsito por policiais que o mandaram descer do veículo com sua familia(inclusive crianças),e de metralhadoras na cara deles, fizeram uma revista desnecessária.Desnecessária,pq o meu cunhado ultrapassou o carro da policia,só p/não atrapalhar o trânsito.Todo cidadão(ã)sabe que tanto os carros das policias,bombeiros e ambulâncias em missão, devem ter a passagem livre,oque não era o caso náquele momento,uma vez que eles (policia) estavam com as sirenes desligadas e assim que meu cunhado passou à frente,eles ligaram as sirenes só p/justificar a abordagem.AH! detalhe,ainda disseram que estavam indo atender uma ocorrencia de urgência.Tão urgente que perderam tempo em uma abordagem, só para exibirem o seu “poder de policia”.Há me poupem.

  • Enquanto a polícia sofre com equipamentos sucatiado e 38 enferrujado e sem verba o gabinete do governador esbanja dinheiro comendo camarao pistola.

  • moro no universidade e escutei alguns moradores comentarem: “roubaram na panificadora”, “parou uma moto com dois homens, um saltou, adentrou a panificadora e pediu os celulares para os funcionários e uns trocados no caixa”.
    Me veio algo na mente, me parecendo como se fosse uma orquestra, uma intervenção orquestrada. Não to aqui querendo aqui desprezar os índices de violência altíssimos apontados no pais e em todos os entes da federação. Nem menosprezar a astúcia de certos meliantes, de todos os níveis e setores, que se superam a todo momento. Mas é que parece meio estranho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *