Até que enfim

Governo anuncia compra de equipamento e projeto de hidrantes para combate a incêndio

O Governo do Amapá acaba de encaminhar duas importantes medidas de prevenção e combate a sinistros nos municípios mais populosos do Estado. As ações se constituem na aquisição de um moderno equipamento com tecnologia de ponta para resgates, salvamentos e combate a incêndio e na implantação de uma rede de hidrantes nas cidades de Macapá e Santana.

As medidas foram anunciadas na sexta-feira, 8, pelo governador Camilo Capiberibe, logo após reunião com o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Miguel Rosário. O governador autorizou a compra de um Veículo Combinado, tipo Magirus Multistar, cujo investimento será de R$ 3,5 milhões.

De acordo com o coronel Rosário, além de atuar em situações de fogo, a máquina tem capacidade para intervir em sinistros como acidentes de trânsito, primeiros-socorros e salvamento em espaços confinados. Além disso, a compra do veículo também engloba aparelhos planejados para essas ocorrências e um treinamento específico de utilização do conjunto carro/equipamentos para os bombeiros. De fabricação alemã, o Magirus Multistar possui serviço de assistência técnica no Brasil.

“O carro tem instrumentos como o desencarcerador, para o resgate de vítimas presas entre ferragens; um guindaste, que permite levar água a até 30 metros de altura, ou içar carros de rios, dependendo da situação; uma potente bomba com poder de despejar até 2,5 mil litros por minuto; tanques de água e espuma; torres de iluminação e outros atributos técnicos”, enumerou Rosário.Governador Camilo autorizou a compra de um Veículo Combinado, tipo Magirus Multistar, além de outras medidas de prevenção e combate a sinistros

A aquisição do novo equipamento será feita através de Adesão da Ata de Pregão Eletrônico, realizado pelo Governo do Tocantins – à qual também já aderiram as unidades federativas do Rio de Janeiro, do Ceará e do Maranhão.

“Esse processo de compra é um procedimento incentivado pelo TCU [Tribunal de Contas da União] que tem a vantagem de dar celeridade na aquisição e evita a burocracia dos processos licitatórios”, ressaltou Camilo Capiberibe. A entrega do produto, a partir da Adesão da Ata, é feita em até 90 dias.

Outra medida anunciada pelo governador visa implementar 47 hidrantes na capital do Estado e no município de Santana – cidades com a maior concentração populacional do Estado. O projeto, desenvolvido pelo Corpo de Bombeiros, será executado pela Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa). “Nós mapeamos pontos estratégicos nesses municípios, com vistas nas áreas de maior risco de incêndio de média e grandes proporções”, informou Rosário.

De acordo com o governador, as obras para instalação dos hidrantes estarão concluídas em seis meses.

Elder Abreu/Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *