Azul inaugura voo Belém/Cayenne. E o Amapá chupa o dedo

Do blog do senador Randolfe Rodrigues
Mais uma vez, alta do ICMS no Amapá impede Azul de operar voos Macapá – Caiena

O senador Randolfe Rodrigues (PSOL -AP) foi informado pelo presidente da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, Antonoaldo Neves,  que já na segunda quinzena de agosto deste ano, a empresa iniciará as operações entre Belém e Caiena, capital da Guiana Francesa. E que Macapá ainda não foi contemplada com o voo, pois o Governo do Estado não reduz a alíquota do ICMS no querosene de aviação.

Os voos Belém/Caiena serão possíveis graças ao apoio do governo do estado do Pará, que ao identificar a rota como sendo estratégica para a região, contemplou a Azul com desconto na alíquota do ICMS incidente no querosene de aviação (AQV). Para o presidente da empresa, Antonoaldo Neves, esse foi o pilar econômico que faltava para iniciar as operações.

Antonoaldo entende que o Amapá compartilha o mesmo interesse do Pará, desejando o voo entre as capitais Macapá e Caiena. E reforçou que o interesse da empresa é recíproco. Porém, de acordo com estudos realizados pela equipe técnica da Azul, considerando o custo operacional da rota, é necessário que o Governo do Amapá reduza a alíquota do ICMS sobre o QAB para, no máximo, 3%.

Agora, cabe ao governo do Estado, tomar a decisão necessária para que ocorra a operação dos voos entre a capital Macapá, para Caiena, capital da Guiana Francesa.

Leia no blog: http://blogdorandolfe.com.br/mais-uma-vez-alta-do-icms-no-amapa-impede-azul-de-operar-voos-macapa-caiena/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *