CIDH manifesta preocupação com os Waiãpi

A Comissão Interamericana dos Direitos Humanos (CIDH)  já manifesta nas redes sociais sua preocupação com o caso que envolve garimpeiros e índios waiãpi no Amapá.
Em sua conta no twitter, a CIDH solicita diligência do Estado brasileiro para proteger e prevenir possíveis violações aos direitos humanos dos indígenas da etnia Waiãpi que habitam o município de Pedra Branca do Amapari, a cerca de 200km da capital Macapá.
Os waiãpi denunciam que mais de 50 garimpeiros invadiram a aldeia Mariry e lá estão acampados. Segundo eles, na quarta-feira os garimpeiros assassinaram um cacique e jogaram seu corpo no rio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.