CPI da Pandemia – Saiba por que o governador do Amapá é convocado para depor

A CPI da Pandemia aprovou nesta quarta-feira (26) a convocação de nove governadores e do ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel, entre eles o governador do Amapá Waldez Góes (PDT) para depor sobre suspeitas de desvio de recursos destinados ao combate ao coronavírus. A data dos depoimentos ainda não foi marcada.
No caso do Amapá há suspeita de desvio de medicamentos sedativos e bloqueadores neuromusculares, enviados pelo Ministério da Saúde ao estado do Amapá e também de fraude à licitação em contratação de serviço de locação de galpão, montagem e desmontagem de estrutura metálica para atender as necessidades dos Hospitais de Santana/AP e do Hospital de Emergência, na capital, para o combate à pandemia do COVID19.

Tendas de ouro
No dia 11 deste mês, a Polícia Federal deflagrou a operação “Tendas de Ouro” e fez busca e apreensão na Secretaria do Estado da Saúde,  residências dos investigados e  na sede da empresa vencedora.
De acordo com a PF a investigação apurou possível fraude no caráter competitivo da licitação, com auxílio de servidor, havendo desvio de valores, fortes indícios de direcionamento na licitação para a empresa investigada, bem como superfaturamento e pagamento duplicado pelo mesmo serviço e identificou que pelo menos, R$ 563.000,00 foram desviados.

Anestesia
Dias antes, mais precisamente no dia 7, foi deflagrada a operação Anestesia.
A Polícia Federal fez busca e apreensão em órgãos públicos e residências em Macapá, a fim de reunir elementos relacionados à movimentação dos medicamentos da Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF), vinculada à Secretaria de Estado de Saúde, para o Hospital Universitário (HU), diante dos indícios de irregularidades identificados em investigação do Ministério Público Federal sobre possível desvio de medicamentos sedativos e bloqueadores neuromusculares, enviados pelo Ministério da Saúde ao estado do Amapá.  Os sedativos e bloqueadores neuromusculares fazem parte do chamado kit intubação, usado em pacientes em tratamento da covid-19.

Os convocados
Waldez Góes (AP)
Wilson Lima  (AM)
Hélder Barbalho (PA)
Ibaneis Rocha (DF)
Mauro Carlesse (TO)
Carlos Moisés (SC)
Antônio Garcia (RR)
Coronel Marcos Rocha (RO)
Wellington Dias (PI)
Ex-governador Wilson Witzel (RJ)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *