CRTN ensina pacientes a usufruir de recursos naturais

O Centro de Referência em Tratamento Natural (CRTN) oferta um novo tratamento aos seus pacientes. Trata-se da Terapia de Remédios. O novo método trabalha o natural, ou seja, busca o que há no meio em que a pessoa vive, para utilizar no tratamento de suas doenças, evitando assim o uso de medicamentos industrializados. O tratamento é oferecido, uma vez por semana, aos pacientes que buscam, pela primeira vez, os serviços do CRTN.

Segundo a responsável pela terapia, a farmacêutica homeopata Juliane Cristina Esbizero, os pacientes aprendem a usufruir de recursos naturais, considerados simples, mas que apresentam eficácia.

“Aos pacientes que chegam ao Centro é apresentado os oitos remédios naturais: a hidroterapia, a helioterapia, o repouso, ar puro, atividades físicas, a trofoterapia, a temperança e a espiritualidade. Esses recursos estão à disposição de todos, e aqui no CRTN ensinamos os pacientes a usá-los como forma alternativa em seus tratamentos”, explica.

A profissional dá como exemplos o uso da Trofoterapia, que usa a alimentação como tratamento e a Temperança, que se refere aos aspectos do estilo de vida que fazem mal à saúde, seja comer em demasia, trabalhar demais ou em relação a qualquer outra coisa.

Além dessa nova terapia, os pacientes têm acesso aos tratamentos naturais de geoterapia, acupuntura, reflexologia auricular, reflexologia podal e massoterapia.

Somente no primeiro dia, 65 pacientes participaram da nova atividade. Raimundo Gil Torres, de 21 anos, é um desses pacientes e diz que ficou surpreso em ver os remédios caseiros, que eram usados por seus avós, sendo mostrado em uma terapia.

“Está sendo interessante, pois os profissionais visam mostrar os tratamentos que nossos avôs usavam. Eles [remédios] além de serem baratos são ótimos para muitas doenças”, comenta Raimundo.

O Centro já se prepara para atender a próxima turma que está sendo formada e que terá acesso à nova terapia na próxima quarta-feira, 26.

(Texto: Alieneu Pinheiro/Sesa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *