Cruzando os mares na nau das letras

Mais uma vez cruzando os mares na nau das letras lá vou eu.
Desta vez aporto na antologia “Vozes Portuguesas”, do Núcleo Académico de Letras e Artes de Lisboa (NALAL), com o conto “A Pedra Encantada do Guindaste”.
A antologia, que reúne 52 escritores de língua portuguesa, será lançada dia 26 de maio em Portugal na VI Bienal de Culturas Lusófonas. É um trabalho belíssimo do presidente do NALAL, escritor António Manuel Palhinha. Será lançada também em outros países. No Brasil, por exemplo, deverá ser  no mês de julho em Florianópolis (SC).

O meu conto “A Pedra Encantada do Guindaste” foi publicado pela primeira vez na antologia Lindas Lendas Brasileiras (Ed. Scortecci/Rebra) lançada em São Paulo em 2014. Considerado pela Rede de Escritoras Brasileiras como um  melhores contos brasileiros ele foi inserido na antologia “As melhores obras deste século”  (Ed, Scortecci)  lançada no inicio deste mês em São Paulo.

Núcleo Académico de Letras e Artes de Lisboa
O NALAL  tem por objetivo agregar artistas que de alguma forma contribuem em caráter sócio-educativo em prol do desenvolvimento cultural e propagação da Língua Portuguesa.
De acordo com o Artº.2º do Estatuto, o Núcleo “tem por objeto o estudo e desenvolvimento das letras e artes, em especial as que se relacionem diretamente com a cultura ligada à língua portuguesa.”

No início de  2014 meu nome foi indicado  para ingressar no NALAL e foi aprovado com louvor, honra e por unanimidade. Na ocasião fui homenageada com  a medalha de correspondente internacional com registro no gabinete real português.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *