CTMac vai leiloar 480 veículos nos dias 11 e 12 de janeiro

A Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac) realizará nos dias 11 e 12 de janeiro o primeiro leilão público virtual. Serão ofertados 480 veículos, entre carros e motocicletas, além de sucatas.

Esse quantitativo será dividido em dois lotes, sendo o primeiro com 241 itens em oferta, cujo leilão ocorrerá na quarta-feira (11) e o segundo lote com 239 itens, com arrematação na quinta-feira (12).

No período de 9 a 11 de janeiro será possível realizar a visitação presencial para que os interessados possam avaliar os veículos disponíveis – no pátio da empresa responsável pelo leilão, localizada na Duca Serra, n° 2555, Cabralzinho, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Os lances iniciais variam de acordo com os itens ofertados. O acompanhamento pode ser feito pelo site: www.wrleiloes.com.br

O leilão acontecerá à partir das 9h dos dias 11 e 12 de janeiro. Qualquer pessoa pode participar, física ou jurídica, seguindo os critérios dispostos no edital.

Estão impedidas de participar do leilão servidores da CTMac, o leiloeiro, menores de 18 anos e pessoas com pendências em outros leilões.

O presidente da CTMac, Andrey Rêgo, explica que o leilão é de veículos que foram apreendidos pelo Companhia há mais de 6 meses.

“Os atuais proprietário dos bens foram notificados pela CTMac para regularizações e retirada dos veículos até a data do leilão”, afirma o gestor.

Para participar, os interessados devem entrar no site www.wrleiloes.com.br, que também disponibiliza um bate-papo on-line através do telefone: (95) 99970-3797.

O arrematante receberá o veículo adquirido sem nenhum débito anterior ao leilão, sendo de sua responsabilidade efetuar apenas o mesmo procedimento de um veículo comprado em concessionária, como taxa de transferência, confecção de placas, entre outros.

Todos os veículos foram apreendidos pelo órgão por circularem irregularmente na via pública. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) determina que órgãos de trânsito façam leilão de veículos apreendidos, quando não são resgatados pelos proprietários em 60 dias.

(Texto e foto: Ascom/CTMac)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.