Dada a largada para o projeto Junho Verde

Neste Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho, motoristas que passaram, entre 9h e 9h30, na faixa de pedestre do Residencial São José, na Claudomiro de Moraes, foram surpreendidos com dezenas de crianças que pararam o trânsito para entregar laços verdes em simbologia à data. Eram os alunos das escolas Elita Nunes e Eunice Picanço, que, com apoio da Guarda Municipal, equipe de arte-educadores da CTMac e de professores, movimentaram a via pública com muita alegria.

É a largada para o projeto Junho Verde, dentro do programa Macapá mais bonita, sem dengue e sem zica, que mobiliza todas as escolas da rede municipal de ensino. Elas farão suas blitzen em faixas de pedestres próximas à instituição. O circuito de blitz vai até sexta-feira, 9, sempre em dois horários: das 9h às 9h30 e das 16h30 às 17h.

Com cartaz que chama a atenção para os cuidados com o mosquito transmissor da dengue e outras doenças, a dupla Fernanda Veras e Andreson Ferreira, alunos do 3º ano da Elita Nunes, esteve na linha de frente da faixa de pedestre. “É importante fazer com que as pessoas se conscientizem em cuidar do meio ambiente”, disse Fernanda. “E é legal sair da escola com os projetos, né!?”, completou Andreson.

Crianças e jovens do projeto Anjos da Guarda, além de moradores do residencial, uniram-se ao “grupão” para fortalecer a blitz. E enquanto a Guarda Municipal organizava o trânsito, os arte-educadores da CTMac, junto com os professores, garantiam que a criançada percorresse entre os carros com segurança, entregando de mão em mão as fitinhas verdes para motorista e passageiros.

No São José, a ação teve representatividade especial dupla: chamar a atenção dos condutores e passageiros para o dever de cuidar do meio ambiente e também para a comemoração de um ano do residencial, que também ganhará ações desportivas, de saúde, culturais e de lazer durante toda a semana.

As blitzen continuarão ao longo desta semana, junto com uma série de atividades desenvolvidas pelas escolas, voltadas aos alunos e à comunidade.

 (Rita Torrinha/Assessora de comunicação/Semed)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *