Detentos quebram o muro do Iapen e fogem

Informações que chegam agora ao blog dão conta que cerca de 20 detentos  – alguns de altíssima periculosidade – fugiram esta tarde do Iapen (a penitenciária do Amapá). Para fugir, eles quebraram parte do muro.
No twitter, o internauta Paulo César Lamarão, que mora às proximidades do Iapen,  conta que a polícia está vasculhando o bairro Marabaixo e  Lagoa dos Índios.
“Muitos tiros são ouvidos aqui no Bairro Marabaixo e pelo menos cinco  sons parecem de  bomba de tão  altos,  até pensei que fosse dinamite”, disse ele.
As fugas sempre acontecem aos domingos no horário de visitas. “Essas fugas em massa afetam nossa rotina de domingo aqui no bairro”, diz Lamarão.

O secretário de Segurança Pública, Marcos Roberto, informou são 22 fujões do pavilhão F3 e  que nove  já foram recapturados.

  • eu fugi sozinho pela porta da frente em 2009 e vim para outro estado e ate hoje trabalho honestamente porque tenho 7 filhos para criar tenho duas condenacoes por assalto porq dava fuga para bandido nunca vi nenhuma vitima nem tao pouco cheguei perto errei sim hoje sofro com as consequencias nao posso tirar documentos nem renovar minha cnh mas uso o documento meu mesmo mas to aq trabalhando honestamente e ganho uns 4 a 5 mil por mes mesmo se eu tivesse limpo em macapa nao voltaria o salario e pouco e poucas ofertas de emprego e cidade pequena se eu voltar recapturado ou para pagar minha pena mas c outro crime novo se DEus quiser nunca

  • Urge a necessidade de se começar a pensar na pena de morte no Brasil. É muito bandido para sustentarmos com nossos impostos. Partindo do princípio de que criminalidade também é opção, tem mais é que eliminar bandidos contumazes.

  • Alcinea,
    Foram 25 detentos, presos, assassinos e tudo. Mas o secretário de segurança prefere chamar de reeducandos. É resultado da incompetência da gestão atual e de TODAS as anteriores, não se salva um. A quantidade de fugitivos e o tamanho do buraco apenas confirma a ausência de vigilância.
    Pense num lugar que, aos domingos, recebe crianças e adolescentes. E o conselho tutelar? Ajudar o pai a vender lanche em praças não pode, mas levar para “passear em penitenciária” pode. E o governo vem desativando as delegacias de bairros. O governo do Rio está fazendo o inverso. Eles precisam reforçar a segurança, os bairros próximos a penitenciária estão abandonados pelo Estado e Município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *