É assim mesmo

“Há certas coisas que não haveria mesmo ocasião de as colocarmos sensatamente numa conversa – e que só mesmo num poema estão no seu lugar. Deve ser por esse motivo que alguns de nós começaram, um dia, a fazer versos. Um modo muito curioso de falar sozinho, como se vê, mas o único modo de certas coisas caírem no ouvido certo.” (Mario Quintana)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *