Fenômeno “terras caídas” derruba casas no arquipélago do Bailique no Amapá

Prefeitura fará avaliação da situação dos danos causados pela erosão no Bailique

A Defesa Civil Municipal e a Coordenadoria de Distritos de Macapá estarão embarcando na madrugada desta quarta-feira, 4, ao distrito do Bailique para atender as comunidades das vilas Macedônia e Progresso, que estão sofrendo com as causas do fenômeno natural de erosão do leito do rio, conhecido como “terras caídas”.

A equipe fará o levantamento de informações possíveis para o atendimento dos critérios de situação de emergência. Fará parte do grupo a Defesa Civil do Estado, que foi solicitada pela Prefeitura de Macapá para fazer o assessoramento técnico com mapeamento das áreas em risco.

“Temos preliminarmente as informações de que 15 casas caíram e 40 estão em risco, a escola, a Unidade Básica de Saúde e os sistemas de abastecimento de água e energia estão comprometidos, e já isolados”, relata o coordenador da Defesa Civil, Maycon Vaz.

Buscando a prevenção, a equipe também fará a visita às comunidades do distrito de Carapanatuba (Ipixuna Miranda, Igarapé Amazonas e Bacaba), que também se encontram em situação de risco.

(Aline Brito/Asscom PMM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *