Importação de carne brasileira é suspensa em grandes mercados mundiais

Do Congresso em Foco

A Comissão Europeia anunciou na manhã desta segunda-feira (20) que todas as empresas envolvidas na Operação Carne Fraca terão acesso negado, temporariamente, ao mercado da União Europeia. O porta-voz da Comissão Europeia Enrico Brivio afirmou ainda que está monitorando as importações de carne do Brasil e pediu que os países aumentem o controle sobre os produtos.

Apesar da declaração para que as empresas saiam da lista de fornecedores, durante a coletiva, o porta-voz não citou nenhuma empresa. A operação deflagrada na última sexta-feira (17) envolve empresas, como a BRF Brasil, que controla marcas como Sadia e Perdigão, e também a JBS, que detém Friboi, Seara, Swift. Além dessas grandes marcas, também estão incluídas empresas menores, como Mastercarnes e Peccin, do Paraná.

A Coreia do Sul e a China também já anunciaram suspensão de produtos das empresas envolvidas no escândalo e monitoramento maior rigor de carne e frango importados do Brasil. (Leia a matéria completa aqui)

  • E desse tipo de ação da PF que estamos precisando. Para ferrar o último reduto econômico do país, o agronegócio, que ainda o mantem de pé.
    Talvez agora, com os mercados se fechando, o Brasil vá à bancarrota, e todos tenham que pedir esmolas, incluindo as autoridades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *