Jacaré e peixe-boi capturados na orla já estão no Bioparque

No fim de semana, o Bioparque da Amazônia recebeu duas novas espécies capturadas na orla de Macapá: um filhote de peixe-boi, encontrado na orla do Perpétuo Socorro, na sexta-feira, 17; e um jacaré de 4 metros, encontrado na orla do Santa Inês, no domingo, 19. Ambos os animais iniciaram o procedimento de avaliação para serem reintroduzidos ou não na natureza.

Com o avanço da caça predatória, o desmatamento das florestas e fenômenos da natureza têm ocorrido a aparição de espécies diversas de animais silvestres na zona urbana da capital. “De março a abril é o período de lançante das marés dos rios. O animal procura algum tipo de refúgio e tem ido para cidade, pois tem sido retirado o habitat natural da espécie”, explica o diretor-presidente do Bioparque da Amazônia, Richard Madureira.

Na última sexta-feira, 17, o Batalhão Ambiental da Polícia Militar do Estado capturou um filhote de peixe-boi, encontrado por populares na orla do Perpétuo Socorro. “Estima-se que o mamífero tenha três meses de idade e é uma fêmea. Ela está sendo cuidada e tratada pela equipe do Bioparque da Amazônia”, informa Richard Madureira.

Assim como o filhote, após captura pelo Corpo de Bombeiros do Amapá, no último domingo, 20, um jacaré, medindo 4 metros de comprimento, foi encaminhado ao parque. “A espécie também recebe os cuidados da equipe de biólogos, veterinários e tratadores. Neste primeiro momento, é importante saber se o animal não apresentará nenhuma sequela, como perda de movimentos, fraturas, entre outros traumas que impossibilitem a independência do animal. O réptil também passará pelo período de tratamento, para avaliação da possibilidade de ser reinserido na natureza”, declara o diretor.

(Secom/PMM)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.