Justiça revoga prisão do superintendente da Funasa

O juiz federal  Togo Ricci acaba de revogar a prisão temporária do superintendente da Funasa-AP, José Roberto Galvão, preso ontem na Operação Citrus deflagrada pela Polícia Federal.
Vários pedidos de revogação foram feitos pelos advogados dos presos, mas até agora apenas o de Galvão foi deferido. “Isso é uma prova que meu cliente é inocente“, disse o advogado Auriney Brito.

  • Ele está em prisão domiciliar. Zé Roberto tem problema de saúde. José Genuíno consegui, o resto também tem direito.

  • Revogar prisão temporária, não quer dizer que o preso (cliente) é inocente.
    O Juiz verificou que o preso têm todos os requisitos para responder o processo em liberdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *