Lucas Barreto aponta alto risco de barragem de rejeitos abandonada no Amapá

O senador Lucas Barreto (PSD-AP) denunciou ontem (23) o abandono da barragem de rejeitos Mário Cruz, que fica no município de Pedra Branca do Amapari, no Amapá. Segundo ele, a barragem encontra-se abandonada pelo grupo Anglo American/Zamin Ferrous desde 2014. O parlamentar cobrou respostas da Agência Nacional de Mineração (ANM) e do Ministério Público Estadual.

— Há cinco anos essa barragem não tem nenhuma manutenção. Há cinco anos essa barragem não tem um vigia sequer. E, ironicamente, depois de a mídia nacional e a local chamarem a atenção para a gravidade do fato, a Agência Nacional de Mineração tomou a absurda e cômica decisão de interditar o uso da barragem Mário Cruz— disse o parlamentar.

Ele explicou que a barragem é de alto risco ambiental, que uma vez rompida, põe em risco as comunidades do Rio Amapari e as cidades de Porto Grande e Ferreira Gomes. Ele ressaltou que, além das comunidades, a barragem de rejeitos de minério coloca em risco também as três hidrelétricas que estão no Rio Araguari, que ficam a 115 km da barragem de rejeitos da Anglo American/Zamin Ferrous: Cachoeira Caldeirão, Paredão e Usina de Ferreira Gomes.
(Fonte: Agência Senado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *