Mais sobre a Operação Minamata

De acordo com o Ministério Público Federal duas empresas distribuidoras de títulos e valores imobiliários, localizadas no Rio de Janeiro e São Paulo, atuam na venda do ouro proveniente do Lourenço nos mercados financeiro e de capitais em todo o país.

As investigações indicam que os empresários utilizaram uma cooperativa de garimpeiros que se instalou na área do Lourenço. A organização criminosa utilizava a estrutura da cooperativa para atuar de forma clandestina na extração de ouro, encobrindo propósitos de exploração em larga escala sob o argumento da pesquisa mineral e lavra artesanal de pequena monta. Os danos ambientais são incalculáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *