Nota Pública sobre a prisão arbitrária de Karinny

Nota pública

Nem só de comemorações fez-se o dia 12 de junho, dia da abertura da copa do mundo. Durante a cobertura dos protestos que ocorriam em Belo Horizonte, a midialivrista  do coletivo “mídia ninja”, Karinny Magalhães, foi presa pela polícia mineira sob falsa acusação de depredação de patrimônio público.

Karinny é amapaense conhecida em sua cidade natal, Macapá, por sua garra e compromisso com as lutas sociais. O vídeo divulgado pelo grupo “mídia ninja” demonstra que Karinny não participou de nenhum ato de depredação e estava cobrindo ao vivo o ato de quinta-feira sem qualquer participação em dano ao patrimônio.

Como se não bastasse a prisão arbitrária, há denúncia de agressão física praticada por policiais, sendo que no vídeo há registro de xingamentos dirigidos à jovem, incompatíveis com o exercício da profissão de agente policial.

O mandato do Senador Randolfe Rodrigues repudia a prisão arbitrária da jovem e clama ao governo de Minas Gerais que apure e puna os excessos praticados pela polícia.

No pais da copa do mundo, torceremos pelo Brasil dentro de campo e nas ruas, na defesa das manifestações pacíficas e pela cobertura isenta da mídia tradicional e da mídia livre. Cercear a expressão popular e a divulgação de informações é uma face do arbítrio que o Brasil não pode mais tolerar.

Senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP)

  • Se quem cativas trai, a si não traz o bem

    escravagista o bem é amor
    luta com trapaça trapaça vem também
    corrupto não dá crescimento a ninguém
    tão dissimulado cobra caráter e pudor
    homem verdadeiro não trai
    cativas quem ama quem ama vem
    quem falseia cedo ou tarde cai
    lutar contra mal a paga é o bem
    pérfido ao paraíso não vai
    verdadeiro amor não tem
    ao homem de honra luta vem
    e desleal do poder decai
    conformismo tire de si, clareza vem
    gazeteiro de obscuro enredo, luz a ti não atrai
    panfleteiro destemido em periódico verdade tem
    na paz falcatrua que vem não vai, mas na rasteira descai
    contra horror luta, imperialistas opinião escarnecem
    mascarado homérico batalha e dos verdadeiros gatunos máscara cai
    até em famílias que poder mentes escurecem
    submetem seu sangue a escravidão e um dia, conta recai

    José da Mota.

  • Quem vale mais o ativista mascarado ou a elite ex-cara-limpa para manchetes de jornais?

    O Brasil acordou!

    estrela guia noite dia reluz
    amor e luta princesa traduz
    amas pureza da natureza
    tens norte tua real beleza

    fontes puras são cachoeiras
    juventude toda guerreira
    ex-caras-limpas traíras afronta
    de mascaras balas enfrenta
    é a moçada brasileira
    barrando morte rotineira
    peitam do brasil traidores
    sem temor a injustas dores

    sofrem prisões ditatoriais
    mostram justo as leis ilegais
    braços dados justiça clamam
    valentes ao vero acordam

    aguentam a batida forte
    salvam lealdade ou morte
    bravamente mostram verdades
    torturas mortes crueldades

    José da Mota.

  • o senador podia era ta atras de verba pra tampar os buracos da cidade,atras de verba pra saude.nao defendendo essa agitadora,vai trabalhar senador

  • Essa estória tá mal contada. Mostram um vídeo dizendo que ela não estava no local da quebradeira. Só que quem conhece BH sabe que as duas imagens são do mesmo local, tudo região da praça da liberdade…
    O problema é que esses manifestantes e essa mídia toda pensam que só eles tem câmeras e máquina fotográfica. O lugar estava sendo esquadrinhado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *