O choro é livre

Por que só agora, às vésperas das eleições, o Ministério Público Estadual começa a ofertar denúncias contra políticos com base em documentos apreendidos durante a Operação Mãos Limpas?

Ora, porque o MPE só teve acesso ao material em meados de agosto quando o juiz  Togo Paulo Ricci, da 4ª Vara Federal, atendeu ao pedido do Ministério Público do Amapá e decidiu compartilhar os documentos apreendidos na “Mãos Limpas” referentes a verbas estaduais e municipais.

Portanto, dizer que o MP quer desequilibrar o pleito eleitoral não passa de “chororô” dos denunciados e seus aliados.
E como o choro é livre…

  • Essas são verdadeiras inversões de valores: os corruptos são pegos com “a boca na botija” o MP faz o papel dele, e, ao invés de se questionar a conduta dos investigados, condena-se o MP porque em periodo eleitoral não pode incomodar os “espertinhos”. Ora faça-me o favor! Que tal fazer uma perguntinha a esse povo que defende corrupto. Será que confiariam seus cartões e senhas de bancos pessoais a essas criaturas para administrarem seu
    dinheiro, sua empresa, ou seja lá qual patrimônio tiver? Mas não vale mentir. É isso!! Pronto falei.

  • A corrupção faz parte da história do Amapá, quem é daqui já está acostumado e quem veio de fora como eu, tem que se acostumar com isso… Infelizmente!

    • Raimundo… Raimundo, dinheiro público é como água benta, todos querem um pouquito, no Amapá não é diferente do resto do pais, isso só vai acabar quando o URUBU CANTAR.

  • Como o povo tem a memória curta, …é bom fazer esses julgamentos no período eleitoral para lembrar e abrir os olhos do povo.

    • Tb comecei a pensar que é isto,memória curta.Mas 04 anos já é tempo suficiente p/que as pessoas envolvida tivessem sido julgadas e condenadas,se este fosse o caso.É triste ver essas pessoas invadirem sua sala de estar todos os dias e na maior cara de pau,tentar de enganar novamente.

  • Num adianta, enganar o povo outra vez não vai dar. É desespero é desespero. Agora é 12 é 12 é 12 é 12 é 12 é 12 é 12!!!!

  • Primeiramente, cumpre-me cumprimentá-la pelo seu trabalho jornalístico. Democracia sem imprensa livre é fraude. Com relação a operação mãos limpas na Sup. Fed. de Agricultura, o maior penalizado fui eu. Lembrando que postei no seu blog, á época, que havia realmente uma quadrilha comandando o MAPA no Amapá. O post foi entendido como denúncia, que resultou na 2. prisão de Rui Santos Carvalho.
    Dado o nível de truculência dos seguidos gestores de Embrapa e SFA, no afã de assegurarem vantagens paras os clãs ao qual são filiados, desenvolvi bipolaridade. O Dr. Helder Albuquerque me assegurou que eu não apresentava isso antes de ingressar na SFA-AP, desenvolvi “apenas” depressão no período que trabalhei na Embrapa.
    Pois bem, fui removido pra Goiânia por motivo de saúde e intimado a ir embora do Amapá de vez pelos clãs que controlam o MAPA.
    Assim sendo, observo que a “quadrilha” passou poucos dias na prisão e hoje pode confortavelmente usufruir do fruto do seu ilicito.
    Quanto a mim, sou obrigado a viver longe de minhas filhas, diga-se de passagem duas Macapaenses lindas, pois nem minha esposa pode ir pra Goiás, por ser servidora estadual, nem eu regressar para o Amapá, pois já foi decretada a minha expulsão do Amapá pelos dois principais clãs locais.
    Tá certo que eu não sou amapaense, sou goiano do pé rachado, mas com que direito um clã do Pernambuco e outro do Maranhão podem proibir que eu viva com as minhas amapaenses?

  • É por causa desse tipo de ação ou omissão, caro João Furtado, que o trabalho do MPE acaba caindo em descrédito perante a população. Investiga-se e denuncia-se uns e engaveta-se as investigações contra outros, ou seja, mesmo peso, duas medidas. Além do mais é incrível a inércia do MPE quando é pra julgar as improbidades e os absurdos que acontecem todos os dias no atual governo: Consignados atrasados e servidores sendo negativados, falta de rémedios e leitos nos hospitais, pessoas sendo assassinadas todos os dias, assaltos constantes, escolas sem professores, sem merenda, assédio moral aos servidores e prestadores de serviço, enfim, uma verdadeira descrepância e ninguém faz absolutamente nada pela população. Agora o atual governo quer se reeleger na marra, usando outros órgãos, para em pleno processo elitoral, tentar tumultuar e confundir mais uma vez a cabeça do povo.

  • Não tem hora, mês, data ora prender e botar na cadeia corrupto. Parabéns ao Ministério Público do Amapá que está colocando a casa em ordem e queria também que todo apoiador de corrupto também fosse preso por ser tão quanto pilantra quanto o próprio corrupto!

  • Ora ora sei não ! Muito estranho só agora o MPF e MP/AP se manifestarem.
    Passou quase 4 anos da Operações Mãos limpas e pq só agora ?
    Alias, perguntar não ofender né ?

  • O que causa estraneza é o fato deste assunto “Mãos Limpas”, só vir à tona em período eleitoral e com pirotecnia por parte de determinados veículos de comunicação e do MPE. Será que não existe mesmo cunho de desestabelizar o processo eleitoral? Penso eu que este assunto só interessa em época de campanha e justamente em setembro, na reta final da campanha, penso também, que em todos os anos de eleição esse vai ser o assunto destaque para os interessados em requentar a mesma sopa. Por que não denunciar antes ou depois do período eleitoral? A impressão que dá é que essa será a maneira mais fácil de tirar os adversários políticos do meio do caminho.

  • O MP está fazendo apenas o dever que lhe é afeto. Apurar e denunciar pessoas que cometem atos ilícitos (nesse caso, crimes e improbidade administrativa), através de provas contundentes. Faz é muito bem um serviço para a população amapaense, ao contrário das figuras denunciadas, que supostamente trouxeram inúmeros malefícios à soeicdade com utilização indevida de dinheiro público.

  • Exatamente, Alcinéa! concordo plenamente com vc. o que não consigo entender é a morosidade em relação a algumas figuras, como no caso das contas da Deputada Cristina, em que os documentos estão no MP desde 2012, e até agora não analisaram as contas…. POR QUÊ????????????????????????????????????

  • Por favor Néia.. Ora! Primeiro você joga nas redes sociais com antecedência o que iria acontecer no dia seguinte. No post onde se intitula ter uma bomba e diz ser chato ser bem informada. Tem informação privilégiada porque? Será que a mana que passa? Qual interesse do MP nisso? Ora!!!! O choro é livre mesmo companheira pode comprar os lenços mais nobres… Tá chegando a hora de seu candidato e sua trupe vazar.. Bem, que não sei se você apoia o CAOmilo… Sei que baba o Herry Porter frustado… Porém a mana morre de amores pelo amarelo… Então tá!!!

    • Meu querido, experiência de mais de 40 anos no jornalismo, boas fontes e credibilidade me fazem ser bem informada.
      Meu candidato? Nem sonhas quem é meu candidato.
      Não tenho nada a ver com as preferências políticas da minha mana nem ela com as minhas. Democracia começa em casa.
      Beijos

      • O Amapá é um lugar provinciano e do “cunhadismo”.É um lugar onde todos são parentes, cunhados, amigos ou vizinhos.Nem azul, nem amarelo e outras cores merece o meu voto. Eu voto nulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *