Operação Wuaha

Oiapoque-AP – A Polícia Federal e o Ministério Público Federal, desencadearam hoje a OPERAÇÃO WAHA, foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva,  três de busca e apreensão, além de ordens de sequestro de bens e valores, bloqueio de contas bancárias, expedidos pela Justiça Federal em Oiapoque.

A investigação teve início no mês passado, visando apurar supostos desvios de recursos repassados diretamente as escolas municipais pela União e Estado.

As apurações lograram demonstram que as investigadas, respectivamente gestora e tesoureira do Caixa Escolar, ao invés de aplicarem os recursos para aquisição de merenda escolar e outros bens e serviços, promoveram os desvios desses recursos em proveito próprio.

Inicialmente, somente nos primeiros 6 (seis) meses, constatou-se o desvio de mais de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais), porém há indícios que as investigadas poderiam ter desviado centenas de milhares de reais nos últimos 10 (dez) anos, período em que permaneceram administrando tais recursos.

As investigadas foram indiciadas pela prática do crime de peculato na forma continuada, cuja pena máxima de prisão é de 12 (doze) anos de reclusão e ficarão à disposição da Justiça.

Tais recursos são repassados a todas escolas públicas, podendo qualquer cidadão exigir explicações aos gestores das escolas quanto a fiel aplicação, e tendo fundados indícios da prática dolosa de crime, denunciar os infratores ao Ministério Público Federal ou ao Departamento de Polícia Federal.
(Comunicação Social-PF/AP)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *