Orgulho de Ser Amapá: Pioneiros e personalidades são homenageados em sessão solene

Pioneiros e personalidades amapaenses foram homenageados, na manhã desta segunda-feira (13), em sessão solene na Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), em alusão ao aniversário de 78 anos de criação do Território Federal do Amapá.

A iniciativa é parte da campanha “Orgulho de Ser Amapá”, do senador Randolfe Rodrigues em parceria com a Alap, Prefeitura de Macapá, Tribunal de Justiça do Estado do Amapá e Memorial Amapá.

Receberam certificado em homenagem aos serviços prestados 24 pessoas de diferentes municípios e segmentos no estado. Além desses, outros 14 receberam as medalhas de Notável Edificador do Amapá, do Memorial Amapá.

Entre as autoridades presentes na mesa do evento estavam o senador Randolfe Rodrigues, o deputado estadual Paulo Lemos (representando a Alap), o desembargador Carlos Tork (representando o TJAP), o juiz federal João Bosco Costa Soares, o diretor-presidente da Agência Amapá, Antônio Teles Jr. (representando o governador Waldez Góes), o ex-senador João Capiberibe (representando as personalidades que receberam as medalhas) e representando os homenageados a escritora Esmeraldina dos Santos.

Para o senador Randolfe Rodrigues, a celebração aos homenageados é uma forma de humanizar o sentimento de orgulho pela terra.

“Tão importante quanto celebrar nossa história, é celebrar o que faz essa terra, que é seu povo. Nenhum canto sintetiza tanto o Brasil quanto o Amapá. Se tem um sentido de existirmos é em função dessa diversidade, agricultores, professores, atletas, parteiras, indígenas, quilombolas. São pessoas como Pedro Ramos, Tia Zefa, Aldo e dona Esmeraldina. Gente que a própria biografia é uma linda homenagem ao Amapá. Existimos hoje graças ao trabalho digno desses e de tantos outros”, destacou o senador.

24 homenageados
Os 24 homenageados foram os seguintes:

– Francisco Rocha dos Santos, o “Seu Xico”, de 64 anos – ator e artista circense, do município de Ferreira Gomes.
– Simone Karipuna, de 44 anos – liderança indígena do município de Oiapoque.
– Esmeraldina dos Santos, de 65 anos – Escritora da comunidade quilombola do Curiaú, em Macapá.
– Piedade Lino Videira, de 48 anos – professora, pesquisadora e carnavalesca, de Macapá.
– Maria Luiza Dias, de 65 anos – parteira de Macapá.
– Raimundo de Nazaré Maciel Tavares, de 73 anos – Guarda Territorial.
– Pedro Ramos de Sousa, de 80 anos – líder camponês e um ambientalista dos mais expressivos, é do sul do Amapá.
– Manoel dos Santos Alves, de 78 anos – pioneiro e agricultor, no município de Calçoene.
– James de Souza Guimarães, de 77 anos – ex-funcionário da Icomi e ex-vice prefeito do município de Serra do Navio.
– Japu Waiãpi, de 38 anos – liderança indígena, no município de Pedra Branca do Amapari.
– Maria Raimunda Queiroz da Câmara, de 71 anos – parteira no município de Mazagão.
– Gloriaci da Costa Pantoja, de 63 anos – Dona Glorinha, extrativista do município de Porto Grande.
– Adamor Braga da Silva, de 55 anos – Agroextrativista na região do Cajari, no município de Laranjal do Jari.
– Lidiane Oliveira Nunes, de 41 anos – professora, no município de Pracuuba.
– Terezinha Lúcia Barros Fernandes – radialista, cantora e escritora, de Macapá.
– Auzenir Ramos Costa, de 68 anos – pecuarista, do município de Amapá.
– Tia Zefa, de 105 anos – cantora e dançadeira de ladrões de Marabaixo, cidadã ilustre do bairro do Laguinho, em Macapá.
– Manoel José Ferreira Rosário, de 65 anos – pioneiro do município de Itaubal.
– Aldo do Espírito Santo, de 64 anos – ex-jogador de futebol, de Macapá.
– Maria Luiza Tavares de Souza, de 78 anos – professora aposentada e juíza no município de Santana.
– José Cardoso Tenório – grande talento da carpintaria naval, do município de Santana.
-Ester Cândida das Chagas, 57 anos, servidora pública e ex-prefeita de Itaubal.
– José Leite Ferreira, de 75 anos. Eminente pioneiro do município de Cutias.
– Manoel de Jesus Alves, de 69 anos – agricultor do município de Tartarugalzinho.

Medalhas Notável Edificador do Amapá
Os contemplados com as medalhas Notável Edificador do Amapá, do Memorial Amapá foram:

– Sol Elarrat Canto
– Fernando José Rocha Oliveira Leite
– Dorimar Marques Monteiro
– Edgar Tadeu de Matos Tostes
– Nilson Montoril de Araújo
– Albertina Guedes
– João Alberto Rodrigues Capiberibe
– Jocy Furtado de Oliveira
– Luiz Melo Ferreira
– Dayse Maria Campos do Nascimento
– Ranolfo Ferreira Gato
– Maria Rita Moraes Goebel
– Paulo Tarso Silva Barros
– Wank Santos do Carmo

(Texto e fotos: Julio Miragaia)

  • Interessante!!!!!
    “NOTÁVEL EDIFICADOR DO AMAPÁ????!!!!!!”
    Cadê, pelo menos um representante daqueles que, pelos seus conhecimentos técnicos, sem deixar nada a desejar aos grandes centros, foram precursores, em nosso estado, no desenvolvimento da engenharia e da arquitetura???????
    AS EDIFICAÇÕES, ALGUMAS COM MAIS DE 30 ANOS, ESTÃO AÍ!!!!!!!!!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.