Patrícia Ferraz recorre ao MPF para que seja fechada a fronteira entre o Brasil e Guiana Francesa

A deputada Patrícia Ferraz (Podemos/AP) protocolou hoje representação na Procuradoria Geral da República  pedindo que sejam tomadas providências para  fechar as fronteiras terrestres e aquáticas entre o Amapá e a Guiana Francesa.
Ela argumenta que a circulação de pessoas e de bens através da fronteira entre o Brasil e a Guiana Francesa coloca em risco a saúde pública dos amapaenses e dos demais brasileiros. “Centenas de indivíduos e veículos todos os dias transitam pela Ponte Binacional Franco-Brasileira, entre a cidade brasileira de Oiapoque e a cidade guianense de Saint-Georges. Ocorre fluxo de pessoas por portos de catraias e terras indígenas”, enfatiza.

Ela diz ainda que faz-se necessária a alocação de contingentes das Forças Armadas, da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal nos pontos estratégicos da fronteira, para controlar e monitorar o fluxo de pessoas, bagagens, contêineres, animais, meios de transporte e mercadorias suspeitos de contaminação. E já que o Poder Executivo não tem tomado essas medidas ela requer ao  Ministério Público Federal  que adote as providências judiciais cabíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *