PF deflagra Operação Migalhas em Macapá

pf1

A Polícia Federal, em conjunto com a Controladoria Geral da União (CGU), deflagrou na manhã desta sexta-feira (14/10) a Operação Migalhas, com objetivo de investigar desvio de recursos que seriam utilizados para a compra de merenda escolar.
Estão sendo cumpridos oito mandados de busca e apreensão e oito mandados de condução coercitiva em Macapá. A operação conta com a participação de 31 policiais federais e quatro servidores da CGU.
As investigações, iniciadas em julho de 2016, revelaram que, no ano de 2014, quase R$ 200 mil reais teriam sido desviados para contas bancárias de familiares da então diretora da Escola Estadual Prof. Nilton Balieiro Machado.
Na prestação de contas, a diretora e o tesoureiro da escola apresentavam notas fiscais frias e cheques adulterados para justificar o pagamento de gêneros alimentícios. Os recursos eram oriundos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).
Os investigados responderão pelos crimes de associação criminosa, falsidade ideológica, peculato e lavagem de dinheiro.

(Ascom-PF/AP)

  • Seu Kevin. eu também acho que o vc deveria ir mesmo tipo RJ SP PA RN CE etc. até parece que la também não existem políticos patifes e pessoas mais intencionadas. tipo ladrão. E também quem manda prender ê a justiça. não polícia que só reprime e investiga. da próxima vez vamos votar mehor

  • Será q é aquela diretora “boazinha” do governo Camilo, q comprou 16 centrais de Ar e alguns instrumentos musicais vendendo Monteiro Lopes???

  • Não vou me expressar, por que pra min deveriam prender todos de vereadores a deputados. Prefeitos e governadores… Tudo corrupto… Macapá não é mais lugar pra se viver… Infelizmente vou ter que ir para outro estado procurar uma qualidade de vida melhor pra minha família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *