Polícia de Alagoas prende no Amapá promotor condenado por pedofilia

Do portal da Polícia Civil de Alagoas

Polícia Civil de Alagoas prende promotor no estado do Amapá

Policiais do Núcleo de Inteligência (NI), da Delegacia Geral da Polícia Civil de Alagoas, prenderam,  no final da manhã desta segunda-feira (23), o promotor de Justiça Carlos Fernando Barbosa de Araújo. Ele foi localizado na cidade de Macapá, no estado do Amapá.

A ação para localizar e prendê-lo foi determinada pelo secretário de Defesa Social e Ressocialização, Alfredo Gaspar de Mendonça. O trabalho foi coordenado pelo delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira e acompanhado pelo promotor Antonio Luiz, coordenador do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc).

De acordo com o diretor do NI, delegado Fabricio Nascimento, Carlos Fernando Barbosa estava em fuga, e anteriormente, a Polícia Civil  já tinha tentado localizá-lo nos estados da Paraíba e Maranhão.

Ele estava foragido desde o ano passado quando foi condenado pelo Pleno do Tribunal de Justiça de Alagoas a 76 anos de reclusão. Os policiais também cumpriram um mandado de prisão que havia contra ele, expedido também pelo pleno do TJ/AL. (Leia mais)

Acusado de estuprar as próprias filhas e uma enteada, o promotor foi julgado em novembro de 2014 e condenado a mais de 70 anos de prisão. Desde sua condenação ele estava foragido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *