Polícia indicia motora de aplicativo que fugiu com as compras dos passageiros

A Polícia Civil do Estado do Amapá, por meio da 6ª Delegacia de Polícia da capital, indiciou nesta quarta-feira (1) um homem de 29 anos de idade pelo crime de apropriação indébita majorada pelo emprego ou profissão.

Conforme apurado nas investigações, no dia 22 de Março de 2020, um casal solicitou por meio de um aplicativo de transporte de passageiros um veículo para que o conduzisse de um supermercado  no Bairro Açaí, para uma residência  no Bairro Renascer II, em Macapá.

O motorista do aplicativo compareceu ao local e auxiliou o casal a colocar no porta malas do carro as compras  –  cerca de R$ 300,00 (trezentos reais) em mantimentos.

Ao chegar no destino, após os passageiros desembarcarem  o motorista acelerou o veículo e  se mandou com as compras do casal, que estavam no porta malas.

Segundo o delegado de Polícia Leandro Vieira Leite, o  veículo era alugado e estava sublocado a outras duas pessoas. “Através das investigações, logramos êxito em identificar o suspeito, que agora irá responder na Justiça pelo crime”, disse o delegado.

A pena para o crime de apropriação indébita é de reclusão de um a quatro anos, e multa, podendo ser majorada em 1/3 pelo exercício do emprego ou profissão.

(Com informações da Polícia Civil)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.