Prédio abandonado: uma ameaça à saúde pública

Neste prédio abandonado, que fica na Av. Mendonça Furtado, área Central de Macapá, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) fez uma vistoria hoje e encontrou gigantescos criadouros  do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, zica, febre amarela urbana e chikungunya.
A equipe da Semsa fez o  trabalho de tratamento e eliminação do criadouro, mas se o proprietário não cuidar logo logo se formarão outros criadouros.
Ninguém sabe quem é o dono dessa imundície. Segundo o diretor da Vigilância Ambiental, Josean Silva,  essa semana um relatório será encaminhado para a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitacional e Ministério Público, para que o proprietário seja localizado e notificado para fazer a limpeza do local, que isso é de responsabilidade dele. Ele ressalta que os imóveis abandonados são um grande desafio para o combate ao Aedes.
A Semsa pede  que quem souber de algum imóvel que esteja servindo de criadouros do mosquito que denuncie. Para isso  disponibiliza o Disk Mosquito (99121-1641), com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *