Quase pronto

Ampliado e revitalizado com recursos de emenda parlamentar do senador Randolfe Rodrigues e do Tesouro do próprio Município, o Mercado Central de Macapá ganha em sua área interna aproximadamente 60 boxes, com divisórias em vidro, quiosques, área para shows, elevadores, novas escadas, telhado termo acústico, piso em porcelanato e, na parte externa, calçadas por toda a área do entorno, além de um espaço de jardim na entrada.

A obra do mercado passou por alguns entraves, como atrasos de repasses federais. Superado esses problemas, a gestão prevê a entrega do novo Mercado Central até novembro de 2019.

No sábado o prefeito Clécio visitou a obra e disse que estará toda semana visitando cada obra que está em andamento na cidade. “Esse é o momento que posso ouvir de perto a contribuição da população. Apesar das chuvas prolongadas e de um curtíssimo tempo de verão para trabalhar, o comando agora é tocar os serviços”, explicou Clécio.

O Mercado  foi construído no governo de Janary Gentil Nunes e inaugurado em 13 de setembro de 1953. Sua construção começou em 1952. Na época o prefeito era Claudomiro de Morais.

Quer saber a história do Mercado Central? Clique aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.