O “Fora Dilma” no Amapá

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em Macapá (AP) cerca de dois mil manifestantes (segundo a organização)  participaram do ato.

Representantes de associações de bairros, policiais federais, servidores da justiça federal, empresários, dentre outras categorias, discursaram defendendo a Polícia Federal, combatendo o PT e pedindo o impeachment de Dilma e a prisão de Lula.

A política local também foi tema de discurso. O representante  do Movimento Mãos Limpas falou que para limpar o Brasil é preciso começar limpando o Amapá deixando de votar naqueles que foram presos e passaram um temporada na Papuda. Ele referia-se o governador Waldez Góes, a primeira-dama e deputada estadual Marília Góes e ao deputado federal Roberto Góes, presos em 2010 na Operação Mãos Limpas e campeões de voto em 2014.

  • Vi gente na manifestação que, em termos de caráter, deixa muito a desejar.
    Por outro lado, reelegeram a mulher, agora aguentem até o final do mandato. Enquanto isso, que tal irem aprimorando o senso crítico para, talvez, votarem melhor nas próximas eleições?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *