RF deflagra operação Frota Virtual no Amapá, Pará e Amazonas

A  Receita Federal anunciou hoje (24) a deflagração da operação Frota Virtual, com o objetivo de combater fraudes na aquisição e desvio de veículos por empresas locadoras de carros localizados nos estados do Amazonas, Amapá e Pará. Participam da operação o Ministério Público Federal, a Polícia Federal e a Secretaria de Fazenda do Estado do Pará.

Conforme a Receita Federal, a operação é resultado de investigação conjunta dos órgãos federais e estadual, a partir da qual foi identificado esquema fraudulento por empresas locadoras de veículos localizadas na Zona Franca de Manaus e Área de Livre Comércio de Macapá e Santana.

As empresas envolvidas, utilizando-se dos incentivos fiscais da redução a zero das alíquotas do Programa de Integração Social e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social, estariam adquirindo veículos e os desviando para fora daquelas áreas, especificamente para o estado do Pará, informou a Receita. Posteriormente, os envolvidos estariam conseguindo comercializar esses automóveis a preços inferiores aos do mercado local.

A estimativa da Receita Federal é de que o prejuízo aos cofres públicos alcance o montante de R$ 20 milhões em tributos federais sonegados.

(Agência Brasil)

  • Essa nova de empresários desviarem mercadorias com isenção de IPI destinados ao Amapá, para outros Estados, só a torcida do flamengo e o povo que acompanha o cirio SABE.

    • Você está equivocada, querida. A Operação é da Receita Federal, mas a matéria é da Agência Brasil.
      Se você leu até o fim viu que é assinada pela Agência Brasil.

  • Tenho medo que qq hora dessas tentem mudar o nome de nossa cidade Macapá. Querem mudar td é escola de samba e teatro. Será que não dar para criar em vez de mudar o que já foi criado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *