Manoel de Barros

Faleceu na manhã de hoje em Cuiabá, aos 97 anos, o poeta Manoel de Barros. Faleceu não. Virou pássaro.

0160

“Meus ombros emigram de mim para os pássaros.
E o corpo foge, roçando nos cactos secos do deserto.

Ó Deus, amparai-me.
Os limites me transpõem”
(Manoel de Barros)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *