Lembras?

O velho Trapiche Eliezer Levy, de muitas histórias, causos e lendas. Nele atracavam embarcações de bandeiras de vários países e os gringos aproveitavam para tomar um sorvete, servido em taça de inox pelo famoso garçom Inácio, no Macapá Hotel.

Era desse trapiche que saiam os navios com destino a Belém. No final das férias iam lotados de universitários que voltavam para as faculdades (não havia ensino superior no Amapá).

Nas tardes de domingo o velho trapiche era a passarela da juventude. Depois da sessão da tarde nos cines João XXIII e Macapá os jovens iam como em procissão passear ali. Era um passeio obrigatório.

À noite era comum ver na ponta do trapiche um pescador solitário. Um pescador de peixes, ou de estrelas, ou de poesia ou de raios da lua.

A foto é do tempo em que ainda existia a tão cantada em verso e prosa “Pedra do Guindaste” de muitas lendas. Uns diziam que meia noite a pedra transformava-se num navio de ouro maciço enfeitado com diamantes e esmeraldas. Outros contavam que era uma princesa encantada e tinha gente que jurava ter visto “com esses olhos que a terra há de comer” a pedra se transformar em princesa quando o relógio marcava meia-noite.

Um dia colocaram a imagem de São José, padroeiro de Macapá, em cima da pedra. Pouco tempo depois um navio chocou-se com ela e praticamente nada restou dela. No lugar foi construído um pedestal de concreto para São José.
O santo padroeiro fica de costas para a cidade, mas abençoando todos que aqui chegam pelo majestoso rio Amazonas.

  • O trapiche era o nosso sonho de passeios (e namoro, e paqueras e bricadeiras) nas tardes de domingo, ha mais de 40 anos. Que saudade!

  • Cresci um pouco mais à esquerda da foto, na esquina da Mendonça Junior com a Independencia. Tive a sorte de conhecer o Igarapé da Doca e figuras como o negro Picolé e a pirada da Dadá, que andava por ali. E de madrugada ouvir o grito distante, quase um lamento: paaadeeiiro.
    Bons tempos aqueles.

    • Zema, você é parente da d. Nelly? Quando criança, eu a ajudava no armazém quando o Mimi viajava. Por causa disso, consegui comprar minha primeira calça jeans? O Mimi era meu parente, mas não sei em que grau. A Maria Alice (Licinha) e a Liloca é que entendem bem a árvore genealógica.

      • D. Nelly era minha tia e madrinha. Morei muitos anos com ela e meu tio Mimi Amaro.
        Será voce o Roque, filho da Raimunda, neto de tia Cinira e do garapeiro Cazuza?

  • Estranhei que na foto a passarela e o ancoradouro parecem uniformes, como se fossem feitos de concreto, o que aó aconteceu décadas mais tarde. Quando me entendi por gente, as falhas na madeira que compunham a passarela e as tábuas soltas ariscavam alguém perder o equilíbrio e despencar. Mesmo assim, nunca tomei conhecimento de nenhum moleque da minha turma ter caído na água. Quando isso acontecia, era proposital para refrescar o calor. Pular na água barrenta era bom, difícil era subir pela madeira lisa por causa do limo. E era terminantemente proibido ficar parado na água por causa das “ferradas” do oportunista candiru. De vez em quando subia um moleque com um filete de sangue e água escorrendo pela perna. E o ardor? Escada tinha, mas cadê os degraus? Mesmo assim, nunca ouvi relato de nenhuma morte por afogamento. Como diz uma velha amiga: Criança Deus “potrege”.

  • HISTORIAS DO AMAPA É SEMPRE ASSIM, CHEIAS DE MISTERIOS !
    ALCINEA NAO CONTRARIANDO OS POSSIVEIS OBJETIVOS DO VELHO PESCADOR NO FINAL DA PONTE DO TRAPICHE,MAS SERÁ SE ELE (PESCADOR) NAO TAVA FUMANDO UM DELICIOSO “BASEADO” ? AFINAL, NESTE PERIODO, VIVIA-SE O “PAZ E AMOR”…HEHEHE
    MAS VOLTANDO PRO SEC. 21:
    O DESEMBARGADOR DO TJAP MARIO GURTYEV SUSPENDE OPERAÇÃO ECLESIA DEFLAGRADA PELO MPE;
    O LULA INTERMEDIANDO ADIAMENTO JUNTO AO STF DO JULGAMENTO DOS AMIGOS DELE NO CASO DO MENSALÃO;
    A XUXA REVELANDO Q FOI ESTUPRADA;
    O SINSEPEAP QUE NAO ACEITOU A PROPOSTA DO GEA – E A GREVE CONTINUA…;
    O CACHOEIRA Q ENTROU MUDO E SAIU CALADO NA CPMI DO SENADO;
    E SEM FALAR QUE O MEU TIMÃO, VASCO DA GAMA É LIDER DO BRASILEIRÃO 2012
    HEHEHE.
    BOM INICIO DE SEMANA PARA TDS. FIQUEM COM DEUS !

    • “O Lula intermediando adiamento junto ao STF do julgamento dos amigos dele no caso do mensalão”. Mas não era o Lula que não sabia de nada?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *