Antes tarde do que nunca, diz Dilma

Sobre a decisão do ministro Teori Zavascki determinando a suspensão de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) do exercício do mandato de deputado federal e, por consequência, da função de presidente da Câmara dos Deputados, a presidente Dilma disse:  “A única coisa que eu lamento, mas eu falo antes tarde do que nunca, é que ele tenha presidido, na cara de pau, o lamentável processo na Câmara de votação do impeachment.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *