Uma laranja de R$ 400 mil

Reportagem publicada hoje no jornal Folha de S.Paulo mostra que o PSL – o partido do presidente Bolsonaro – criou em Pernambuco uma “candidata laranja” nas eleições do ano passado para deputada federal só para ter acesso a dinheiro público. A candidata – que  teve apenas 274 votos –  recebeu R$ 400 mil do PSL durante a campanha. De acordo com a Folha, a candidatura laranja foi criada pelo grupo do presidente do PSL,  Luciano Bivar (PE), novo 2º vice-presidente da Câmara. Ele nega.

Numa outra reportagem, publicada  segunda-feira, 4, a Folha revelou que também em Minas Gerais foram criadas candidaturas laranjas. E aponta como suspeito dessas criações o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL).

Leia a íntegra da reportagem aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *