Dois poemas de Naide Gouveia

OLHAR TRIUNFAL
A inquietude luz da grande lâmpada Alcinéa
Tem calor de  poemas novos…
Ver pessoas que nem sabia que existiam…
Ver poemas que escreveram sem ela pedir…
 
Alcinéa poetisa que escreve com os olhos
Para a beleza do seu escrever ficar para sempre
Fotografada!!!
 
E enquanto não nos recebe em forma de poemas,
Fica retida a sua esperança de ampliar o universo de entender
Pessoas…
 
Alcinéa é o presente de um passado calado…
Canta hoje,  o canto de múltiplos poemas de
Múltiplas pessoas de múltiplos sonhos.
 
E enquanto corre atrás de poemas desconhecidos
Se torna conhecida e querida …
Com uma escassez contemporânea de ter
No momento, algum de nós por perto…
 
Alcinéa.. Existe!

COISAS DA VIDA
Muito engraçado os nossos destinos!
Corremos tanto, à procura de nada…
 
Sonhamos, realizamos, entretanto,
Nos sentimos irrealizados…
 
Conquistamos e somos acidentalmente conquistados…
Usufruímos o sabor de uma vitória
Para curtirmos mais tarde a tristeza de uma derrota…
 
Um minuto a mais que passamos de vida,
Parece nos alertar que estamos no fim
Daquilo que é tão belo:
Coisas da vida…
Professora universitária, assistente social, poetisa e escritora premiada, Naide Maria Saraiva de Gouveia nasceu em Natal (RN). Aos cinco anos participou do seu primeiro momento teatral na peça Estrela do Céu, e a partir dos sete anos se interessou por poesias, quando foi treinada em decorar as poesias de Olavo Bilac, como: Ouvir estrelas, A boneca, e Velhas Árvores, para serem declamadas sempre às quintas-feiras, no momento cívico dos escoteiros e bandeirantes do Grupo Escolar Padre Miguelinho. Sempre preocupada com o bem-estar da juventude, já fez 101 conferências para estudantes do segundo grau, em especial os alunos das Escolas : Ferro Cardoso e Winston Churchill, onde centralizou a sua preocupação em formar uma consciência científica e despertar neles o interesse pelo hábito da leitura. Em 1981 escreveu o seu primeiro livro de poesias intitulado: Bate Coração. No mesmo ano escreceu o livro de prosa: Mosaico.
Em 1983 escreveu: Eco…Ondas de Momento, prosa; em 1984 escreveu: O Assumido Crepúsculo e Pelos caminhos de uma grande emoção…Ternura, prosa; em 1987 escreveu: Força Cigana,prosa; em 1988 escreveu: O Mar …e o eu trifásico prosa; Em 1997 escreveu: Vidas e passagens de um Deus vivo,prosa ; em 1998 escreveu: Pensares I e Pensares II, ainda em 1998 escreveu: Pensares III (poesias) e Poemas Divinos para os Aflitos do Vestibular. Em 1999 escreveu: Achados Poéticos. Em 2002 escreveu: Um grito de aleluia ou Dor (prosa); em 2004 escreveu: Cartas aos imortais das letras (prosa) e em 2005 escreveu: Ele…O mundo das multidões,prosa. Em 2006 escreveu : A Menina das Montanhas I e A Menina das Montanhas ll, prosa Em 2008 escreveu: O Caçador de Sonhos(prosa) e Descobrindo o amor. Em 2010 escreveu: Letras de …Instintos Emoções e Sentimentos.
É membro da União Brasileira de Escritores e da Rede de Escritoras Brasileiras(Rebra) .
Para saber mais sobre esta grande escritora clique aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *