Chá das cinco

ANÚNCIO
Álvaro da Cunha

Eu estou sonhando com um regaço de virgem,
onde eu ponha a cabeça
e adormeça
quando este mundo se despedaçar.
Será que este quebranto no meu corpo
não é cansaço,
mas um pretexto para repousar?

– A vida é triste, o mundo é triste,
o amor é triste.
Quem me censura o ato de sonhar?

(Ainda posso encontrar o meu desejo
sem arredar um pé deste lugar)

E vou escrever anúncios no jornal:

“Poeta, em Macapá,
está precisando de um regaço de virgem
onde ponha a cabeça
e adormeça
quando este mundo se despedaçar”.
(Extraído da Antologia Modernos Poetas do Amapá – Macapá-AP, 1960)

  • ALCINEA! POR FAVOR! IMPLORO A VOCE! ACOMPANHO VOCE A MUITO TEMPO E SEU O QUANTO VOCE É PROFISSIONAL E SÉRIA! PEÇO AJUDA! A QUATRO DIAS NÃO CONSIGO DORMIR, TEM UM POBRE CADELA EM MINHA RUA, QUE ESTÁ NO CIO, E TEM APROXIMADAMENTE 10 CACHORROS DE PORTE GRANDE AGREDINDO E CRUZANDO COM ELA! JA FUI LÁ VARIAS VEZES E NAO CONSIGO EVITAR! ELA ESTA SOFRENDO MUITO! PELO AMOR DE DEUS PEÇA A ZOONOSE, OU A CARROCINHA PARA VIM AQUI NA DECIMA PRIMEIRA AVENIDA DO CONGÓS. EU TE IMPLORO ALCINEA. POR FAVOR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *