É tempo de se libertar

Marcha Brasil
Mauro Guilherme
Acorda Gigante!
Acorda que é tempo de marchar.
Há um grito no ar,
Perto de ti ou distante,
Um brasileiro a cantar
“Ouviram do Ipiranga
As margens plácidas…”
É tempo de se libertar
De tanta silencidão,
E dizer aos governantes:
“Eu sou um cidadão”!…

Acorda gigante!
Que lá vem a multidão.
Não é mais três mil,
É um milhão:
“…Em teu seio, ó liberdade…”
Mas guardem as suas balas,
As suas bombas,
Que somos só um coração,
Negros e brancos,
Pobres e ricos,
Agora sem distinção:
…”Se o penhor dessa igualdade”…

Acorda, gigante!
Que é hora de marchar
Contra tudo que vem te matando:
“…Mas se ergues da justiça a clava forte…”
De norte a sul teus filhos estão levantando:
“…Verás que um filho teu não foge à luta…”
Embora os velhos de Brasília
Não entendam por que estamos marchando

  • Parabens ao autor do belo poema. Para completar: um gigante adormecido acordou. O POVO, do qual todo poder é emanado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *