A explicação de Nogueira sobre o cotoco

“No último final de semana (sábado, dia 08/03) estive, como nos outros anos, prestigiando o Carnaval de Santana, que hoje é tradição e reúne milhares de pessoas de todo o Estado.

Estava no camarote “Tijuca”, cuja entrada individual custava R$ 60,00 com direito a folia até o horário permitido por Lei, 4h. Às 3:20, portanto 40 minutos antes do final anunciado, fomos comunicados que a festa estava encerrada.

Assim como outras pessoas presentes, manifestei minha indignação para um grupo de amigos, quando fui ofendido com gesto obsceno, sem necessidade, por alguém da organização do camarote ligado à gestão municipal, que misturou a manifestação do cidadão Nogueira com política.

Estava ingerindo bebida alcoólica, como a maioria que ali estava, mas não estava inconsciente, nem embriagado como alguns tentam transmitir, e de pronto devolvi o gesto a mim levantado com o dedo. Outra pessoa, com intuito de politizar um fato que poderia ser cometido por qualquer um na mesma situação, filmou o gesto e jogou em redes sociais.

A comunicação e a tecnologia jogam a favor da sociedade, mas infelizmente, cada vez mais é utilizada para redimensionar fatos como este e denegrir a imagem alheia.

Sou uma pessoa comum, e tenho uma vida como a de qualquer cidadão, com direitos e deveres, mas sei que minha condição política, mesmo sem mandato, dá, a cada passo meu, uma publicidade maior.

É público e notório que o carnaval estilo micareta de Santana foi consolidado em minha primeira gestão como Prefeito, portanto, prezo pela festa como um legado que deixo para o povo.

Mas sou a favor do respeito às Leis e cumprimento do que foi prometido, no caso o horário para o término da festa. É importante que o direito do consumidor seja respeitado. Compramos o direito de ficar até 4h, e assim deveria ter acontecido.

Peço desculpas aos que se sentiram ofendidos com o meu ato. Eu não estava bêbado e nem descontrolado! Estava indignado! E sempre defenderei o que achar de direito, como sempre fiz!

O gesto que fiz, não foi para o povo. Foi uma resposta simbólica contra a corrupção no município de Santana, por terem tirado o Portal da Transparência do ar, por terem mentido para o povo com promessas irrealizáveis…

Por deixarem a cidade abandonada, sem nenhuma perspectiva de melhora; pelo custo absurdo do carnaval em torno de 1 milhão de reais; pela propaganda enganosa, pelo desrespeito aos consumidores; pelo sucateamento da educação municipal que deixei como a melhor do Estado nas séries iniciais e agora, pela primeira vez depois de 8 anos, o ano letivo vai ultrapassar para 2015…

Por tudo de ruim que está acontecendo em nossa cidade pela incompetência, inoperância e desleixo da Prefeitura.

Essa satisfação eu devo às amigas e amigos que me querem bem.
Espero ser compreendido.
Um forte abraço a todos!
Antonio Nogueira

  • A emenda saiu pior que o soneto!
    A “NOTA” que o ex-prefeito deveria divulgar, seria de desculpas pelo gesto mal educado e ofensivo que efetuou em claro estado “assombrado”, para não dizer outra coisa. Fico triste em perceber que homens públicos, que deveriam ser respeitados como símbolos de nossa sociedade, no aspecto moral, ético e comportamental, se deixam levar por vaias, brados e ofensas,e, na maioria das vezes, acusam seus adversários políticos de “redimensionamento” de imagens ou coisas do tipo.
    Nunca assumem que erraram, como ser humano que somos, e ponto! Sempre há um “mas”…
    Resumiria, aos amigos petistas que tenho, a celeuma em uma frase: O QUE ISSO , COMPANHEIRO NOGUEIRA???

  • Ou o blog não está com nada, ou o povo que o lê assentiu com as atitudes desse sujeito e, ainda, se vislumbra a possibilidade de a dona ter censurado os comentários – que não não foram poucos.

  • E para quem não é seu amigo(a) vai um “cotoco” de retribuição.Ninguém ali no evento é obrigado à entender o seu gesto,o qual não deixou de ser ofensivo,independente de justificativas ai prestadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *