Apagaram as lamparinas do juízo

A Assembléia Legislativa acaba de aprovar uma coisa nunca vista: voto de revogação de voto de louvor.

Negócio é o seguinte: No dia 27 passado os deputados aprovaram por unanimidade um voto de louvor ao jornalista e escritor Palmério Dória, autor do livro “Honoráveis Bandidos – Um retrato do Brasil na era Sarney”. Aprovaram o voto porque não tinham lido o livro, não sabiam o que estavam votando, não leram a pauta da sessão.

Quando descobriram que ao homenagear o jornalista Palmério Dória estavam melindrando o senador José Sarney, decidiram pela revogação do voto, pelo deslouvor, pela desomenagem.

Os deputados Rui Smith e Camilo Capiberibe, do PSB, em protesto deixaram o plenário.

  • AMAPÁ(1) “Deputados apagaram as Lamparinas do Juízo para não melindrar Sarney”

    AMAPÁ(2) “SOS Amapá”

  • Os deputados filhos do Fofo,votaram sem saber o que estavam votando,então com as ameaças do pai Fofo,eles voltaram atrás.Com certeza quando se tratar de divisão do Dim,Dim eles certamente prestam atenção.

  • É a terra sem lei, eles brincam de política, até a empresa de segurança do dinheiro do estado (FIEL) funciona ao lado do comitê do PDT, onde funcionou o comitê do RG. Já é a campanha eleitoral?

  • Pingback: Tweets that mention Alcinéa Cavalcante » Apagaram as lamparinas do juízo -- Topsy.com

  • rsrs… É de achar graça, não gargalhadas, é uma pouca vergonha a burriçe desses meus deputados… rsrsr… Fazem a cagada e depois querem limpar com o dedo que os mesmos cheiram… KKK… Isso é o Amapá Produtivo… Isso é CULTURA… RSRSRS

  • olha, cavucando achei essa reportagem da revista veja de 2002, “Eles pensaram que o Brasil era o Maranhão”, leiam e vocês entederão o Amapá de hoje, taí o site: http://veja.abril.com.br/170402/p_034.html.
    Segue um fragmento porque o texto é muito grande. Refere-se a corrida eleitoral de 2002.

    “Roseana e Murad começaram a cair no momento em que foram expostos à realidade – e a campanha não podia mais transcorrer nos limites de um estúdio de televisão onde se gravavam os comerciais eleitorais. Em contato com a vida real, o casal exibiu um comportamento que não cabe mais no Brasil. Aparentemente, eles entenderam que bastava um papelucho qualquer, uma declaração vigorosa de alguma autoridade – e a massa de eleitores estaria convencida. Com o domínio absoluto dos meios de comunicação no Maranhão, basta ao clã dos Sarney criar uma versão e divulgá-la à exaustão nos limites do Estado para que sua posição fique estabelecida. Basta dar a qualquer história apenas uma aparência de formalidade e legalidade. Habituado a isso, a esse modo de ser, de pensar e de agir, o casal Roseana e Murad julgou que poderia trabalhar no plano nacional nos mesmos moldes em que trabalha no Estado. Filhos de uma oligarquia política e eletrônica, eles contaram com esse imenso poder familiar para crescer – e justamente os hábitos de oligarcas, que lidam com a opinião pública como curral, é o que acabou por derrotá-los. ”

  • Ô Alcinea
    O cara é livre pra puxar o saco. Esse pelo menos deve jactar-se puxar o de um HONORÁVEl.
    Pior é Alcoviteira, que não dá nenhum pio sobre a falta de água, a falta de energia e a falta de merenda Escolar.
    Só falta o Gengivão dizer que foi o CAPI com a turma do PSB, que com um balde secou o Rio Araguari. Pior convenceu o Ministro Lobão , cupinxa do SARNA,a não mandar óleo pra Eletronorte, pra não ter energia pra CEA.
    Por sua vez o Dentadura de Galinha morre de vontade de dizer que a falta dágua é porque o PSB vai, na calada da noite, desvia o Amazonas, pra que a pujante CAESA não possa captar água e fornecer para a população.
    Pior que o Ricardo só mesmo um figurão do Staff SARNA/WG, que andou espalhando que a falta de merenda é porque o CAPI comprou todo o estoque de produção do Amapá Produtivo mandou pra Cuba.
    Muleke, que ta perdendo, em termos de piada pra Alcoviteira

  • Com essa corja no poder, quem tem vergonha de ter nascido aqui são os verdadeiros amapaenses, verdadeiros pagadores de micos. Nossa esperança é que tudo passe, acabe. Só nos resta REZAR. E muito.

  • ai que saudade de quando a inflaçao era de 80% ao mes… de seis em seis meses eram conrtados tres zeros… filas pra comprar leite e frango…e o todo poderoso EL Bigodon era o honorável excelentissimo sr. presidente da república…xupa que é de uva

  • a anarquia está instaurada…passa-se por cima de todo o regimento… que se instale a desobediencia pois as isntituiçoes que deveriam primar pelo cumprimento de suas leis (afinal ali é uma casa de leis{ou não})…estamos vivendo um periodo obscuro na democracia brasleira…cuiado.

  • Néa. É bom alguém sugerir ao escritor Palmério Dória o lançamento de um livro abordando os micos, mancadas e as trapaças que ocorrem no Senado, Câmara de Deputados, Assembléias Legislativas e Câmaras Municipais. O Amapá lhe daria boas histórias dos nossos representantes. Essa questão do improviso do voto de revogação chega a mexer até com o meu bom senso e a lógica. Imagine fatos que acontecem no cotidiano da nossa Assembléia e que não chegam ao conhecimento do povo.

  • Essa é cara dos políticos do Amapá de hoje, atrelado a josé Sarney, que acabou com o povo do Maranhão e está acabando com o povo do Amapá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *