Assembleia Legislativa do Amapá alega situação de emergência para contratar serviço de buffet sem licitação

Olha, assim não tem combate. Onde já se viu dispensa de licitação por “situação de emergência” para contratar serviço de buffet e eventos?
Pois é. A Assembleia Legislativa do Amapá acaba de fazer isso.

Tá na coluna From, do jornalista Luiz Melo, no Diário do Amapá:

“Urgência
Alegando ‘situação de emergência’, presidente Kaká Barbosa dispensa licitação e, em nome da Assembleia Legislativa do Estado (Alap), autoriza celebração de contrato com a Alfa Prestação de Serviços (limpeza e conservação), por R$ 1.121 milhão; e, também, com Sueli Rocha de Souza (epp), no valor de R$ 366 mil, esta para organização e montagem de eventos do legislativo estadual.

Há um outro contrato, a se confirmar, também com mesmos procedimentos, no importe de R$ 638 mil, supostamente para o fornecimento do novo mobiliário da sede da instituição, sob reforma, mas com reinauguração já prevista para agosto, na volta do recesso.

O contrato com Sueli Rocha de Souza —Sueli Buffet e Eventos, como nome de fantasia—, de R$ 366 mil, já está publicado no Diário Oficial da Assembleia Legislativa do Estado.”

 

  • Fico estarrecida com a atitude desses deputados do meu ESTADO, saúde caindo aos pedaços e eles preocupados em contratar buffet, tomara que haja mesmo justiça eterna que é lá que vão responder por tanta crueldade, futilidade…indignada!!!

  • KD nosso Tribunal de Contas? Deve ter emprestado as vendas da justiça e tapou os olhos pra isso. Triste realidade de uma terra que continua sendo explorada por gente desse tipo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *