Clécio Luís e Waldez Góes anunciam início da transição de governo

O governador eleito Clécio Luís, juntamente com o vice-governador Teles Júnior, e o governador do estado Waldez Góes, anunciaram hoje o início da transição que, segundo eles, se dará de forma tranquila, como nunca aconteceu antes.

“É inédita uma transição no Governo do Estado. E iniciar o processo de levantamento de informações agora em outubro, vai nos permitir uma transição tranquila e também com muita transparência, possibilitando que a equipe que está saindo consiga fazer bons fechamentos, elaborar e repassar todas as informações para termos bons diagnósticos ao iniciarmos nossa gestão, em janeiro de 2023. Assim, nenhum serviço, nenhuma obra, nenhuma ação de governo em curso será descontinuado”, afirmou Clécio Luís.

O governador Waldez Góes fez um rápido balanço de seu governo e garantiu   que dará continuidade a diversas obras nas áreas de infraestrutura, mobilidade urbana, educação e saúde até o fim de dezembro.

“Aumentamos em 100% o número de leitos do Hospital de Emergência e continuam as intervenções. Em Santana, até dezembro entregaremos o novo Hospital de Santana que vem com o Hospital Infantil, Maternidade, ambulatório, entre outros”, disse Waldez.

O processo de transição está dividido em eixos, que são:

I – Gestão e Finanças: Conselho de Gestão Fiscal, estrutura de Governo, gestão de pessoas, aquisições e contratações, sistemas corporativos, governo digital, ouvidoria e acesso à informação, transparência pública, relação com os municípios, orçamento de 2023 e prestação de contas; despesa com pessoal, dívida pública, precatórios, passivos contingentes, dívida ativa, receita pública, relatórios da LRF, bens imóveis, bens móveis, previdência e balanço patrimonial;

II – Infraestrutura: transportes, saneamento, energia e terras públicas;

III – Economia: ciência, tecnologia e fomento, emprego e renda, agricultura e pecuária, agroindústria, economia verde e clima e biodiversidade;

IV – Proteção e Defesa Social: educação, saúde, assistência social, habitação, cultura, esportes, direitos humanos e segurança pública.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.