Nota pública da juíza Sueli Pini

A Mma. Juíza de Direito da 10ª Zona Eleitoral informa à sociedade que na data de 23 de fevereiro do ano em curso foi protocolizada naquele cartório eleitoral, pela Defesa de Roberto Góes e Helena Guerra, argüição de suspeição desta magistrada nos inúmeros processos por infração à legislação eleitoral ainda pendentes de julgamento, ao fundamento de inimizade capital em razão de filiação partidária de seu filho Fernando Pini. Na data de 04 de março, em decisão fundamentada, a exceção de suspeição foi indeferida liminarmente por ser flagrantemente intempestiva, já que o prazo legal de cinco (5) dias previsto no Regimento Interno do TRE/AP, contado da distribuição dos processos, para ser oposta, não foi observado: Fernando Pini é filiado há mais de dois (2) anos e este fato é público, pois as filiações são obrigatoriamente publicadas; já os processos foram a mim distribuídos em fevereiro de 2009, quando tomei posse naquela Zona Eleitoral e assumi muitas centenas de processos oriundos das eleições municipais de 2008. Naquela decisão, entendendo ainda que a parte criou incidente desnecessário baseado em fato que sabe ser infundado, foi fixada multa processual, a reverter em favor da União. Em 09 de março foi interposto Recurso Inominado e na data de 22 de março foi prolatado despacho de admissibilidade, recebendo referido recurso em seu efeito devolutivo (art. 257 do Código Eleitoral). Em 29 de março foi por mim subscrito o Ofício de nº 78/10-CE/10ª Zona e determinada a remessa dos respectivos autos ao TRE/AP. Por fim, em razão de reportagens veiculadas no dia 01 de abril em jornais locais, colocando em dúvida o regular trabalho desenvolvido por esta magistrada à frente da 10ª Zona Eleitoral, foi oficiado à Presidência do TRE/AP encaminhando-lhe documentos comprobatórios da regular entrega da prestação jurisdicional na referida argüição de suspeição, não sendo assim verdade as ilações de procrastinação ou de protelação ali sugeridas, valendo lembrar que esta magistrada responde ainda pela Vara do Juizado Especial Cível Central desta Capital (onde tramitam mais de 15.000 processos) com índices recordes de produtividade e uma carga horária de mais de doze(12) horas diárias de trabalho.
Macapá, 04 de abril de 2010.
Sueli Pereira Pini
Juíza de Direito da 10ª Zona Eleitoral

  • Grande magistrada, quiçá tivessemos no Judiciário do Amapá, pelo menos 30% de juízes como a senhora. Nossos mais sinceros votos de sucesso e continuidade de seus serviços muito bem prestados. E nào se preocupe com as críticas e injustiças a senhora está acima de tudo isso e Deus está com você nesta árdua luta que é ser magistrado honesto em nosso Estado.

  • Parabéns Doutora Sueli Pini, pelo seu trabalho, honradez, integridade e competência! Continue assim… Porque é assim que a Meretíssima incomoda os que se declaram seus desafetos. Tem o meu louvor e o do povo que reconhece o seu trabalho sim. É a ele que a Meretíssima tem que prestar contas e está fazendo isso com muita dignidade. Não se intimide e nem se preocupe em dar satisfações. O seu trabalho incansável e os frutos dele já são o seu testemunho. Continue… Boa sorte e… Mais sucessos no que faz e como faz. Nilza Negrão – Psicóloga e Professora.

  • Então o filho do desembargador Edinardo,não poderia ser vereador pelo município de Santana.Olha Sucupira Corrupta e Falida é pouco para o Amapá.

  • Tem tantas outras pessoas que merecem ser perseguidos poque fazem coisas erradas, acredito que esse povo desocupado não tenha nada pra fazer.
    Muhler competente que zela pela sua profissão e trabalha com muita dignidade.
    parabéns!!!!!!!!!!!!!!

  • Fiquei abismado com matéria do jornal A Gazeta-AP, de ontem. Numa coluna do jornal fica explícito a recusa do jornal publicar a “carta defesa” da MM. Juíza. Se o jornal fez a matéria denunciando o fato do filho da magistrada ser filiado a partido político, porque não dar o direito de resposta. Só resta o caminho da lei: obrigar o jornal a se retratar.

  • É claro que há um complô para desqualificar o trabalho da Juíza Sueli Pini frente à Justiça Eleitoral do Amapá. As provas nos processos de cassação de Roberto Góes são avassaladoras e não há magistrado que feche os olhos aos ilicitos eleitorais cometidos pelo prefeito 6 vezes cassado. Marconi Pimenta, Sueli Pini, Valcir Marvule, Paulo Madeira, etc, são magistrados que cumprem a Lei doa a quer doer. Eles interpretam a Lei e decidem de acordo com as provas do processo.

    Neste país quem cumpre a Lei é punido e o infrator acredita que sempre ficará na impunidade. As decisões da Juíza Pini servem de alerta àqueles que acham que a Justiça está dormindo e de olhos fechados. As eleições vem ai e todos tem de se submeter ao manto da Lei.

    A magistrada Sueli Pini apenas cumpre a legislação eleitoral e engrandece a Justiça do Estado do Amapá. Quem tem que ser penalizado é o infrator da legislação eleitoral.

    PARABÉNS aos juízes(as) que cumpre com zelo, responsabiliadade e bom senso suas atribuições de bem distribuir a Justiça com igualdade para todos.

  • A corrupção no Amapá assuta e asfixia o cidadão. Pior que se inverteram os valores, pessoas decentes, que conduzem suas vidas comprometidas com a honestidade, são grosseiramente atacadas pelos meios de comunicação sustentados com dinheiro público. Isto é um horror.

  • Olha a Dra.Sueli Pine,implantou e deu conhecimento ao povo brasileiro sobre a Justiça Itinerante.Depois que ela foi entrevista pelo Jô Soares, começou a perseguição a magistrada, é uma pena que o judiciário,tão elogiado pela harmonia que faliu o estado se preste para essa prática.

  • Palmas para ela, mulher inteligente, corajosa, dinâmica. Quem conhece seu trabalho, sua luta e seu compromisso com a justiça, mesmo de longe, jamais deixarão de admirá-la.

  • A Impressão que tenho e que os cabras da harmonia acham que a população amapaense e composta de seres humanos desprovidos de inteligencia, pois acusar uma Juiza do porte da Dr, Sueli Pini, com acusações sem conteudo e que não provam nada, deve ser o atestado de burrice ou desespero. o darth vader Fofo nao esta ensinando direito seus fantoches, pois e isto que são massa de manobra de um ser maquiavelico filhote da ditadura.

  • LUIZ CARLOS JUNIOR, FILHO DO PRESIDENTE DO TRE-AP, DES. LUIZ CARLOS GOMES, É FILIADO AO PSDB E SERÁ CANDIDATO A DEPUTADO FEDERAL. ENTÃO DEVE-SE ANULAR TODOS OS PROCESSOS JULGADOS PELO TRE-AP NOS ÚLTIMOS TEMPOS EM FAVOR DA HARMONIA!

  • Eu penso que em angu que mto se mexe acaba não prestando. Nossa ilustre juíza deveria cuidar de exercer suas funções e seu trabalho. Quem não deve não teme! Dá até a impressão de que ela está tentando se promover com tudo isso.
    MTO TRISTE!

    • Deixa eu ver se entendi. Então na sua concepção se alguem coloca em dúvida publicamente( nos jornais, na tv e no rádio) todo o trabalho que você desenvolve, fazendo parecer que você faz as coisas com base em interesses pessoais, você simplesmente coloca a cabeça dentro de um buraco igual avestruz? e não se defende? duvido!

    • De angu só tu entendes, mas posso falar da maniçoba que se a gente não mexer sempre, queima e fica horrível. Acho que tu vives no mundo da lua ou dentro de um gabinete da PMM que está lotado de cargos (salários) de promessa de campanha. O cadastro está sendo feito agora, mas estão mostrando somente as irregularidades do povo do ex-prefeito. Pimenta nos olhos dos outros é refresco, né?

    • Ô Renatinha, é você quem deve urgentemente colocar a cara num saco e sumir. Gente da sua espécie vive parasitando os falsos donos do poder, que têm um prazer danado de controlar vocês com uns trocadinhos. Mas, se você aceita conselho, vote certo na proxima eleição. Pelo menos tente acertar, pelos seus filhos. Senão eles é que podem vir a morrer por falta de socorro nos hospitais, ou, tristeza das tristezas, ficar burrinhos como você. Você escolhe!

  • Dra. Sueli,nem precisava de esclarecimentos pq a sociedade séria do Amapá, conhece a lisura do seu trabalho,sua competencia e horradez.Só os que não tem compromisso em prestar um serviço de qualidade e que se pautam em “sujeiras”,podem ter interesse em querer manchar o nome de tão ilustre juiza.

  • Não vou me identificar porque vivemos em uma ditadura. Sou Capiberibe sim, mas não falarei meu nome porq temo pelas punições q recebem as pessoas q gostam ou q simpatizam com a família Capiberibe. Acho que todo amapaense, não pertencente a cargo de confiança, deveria sim c indignar com o q vem acontecendo no nosso estado. A saúde não funciona, a educação foi saqueada, a segurança é precária etc… A Dra. Sueli Pini tem o meu apoio e a minha indignação, porque a sua estória de vida vem sendo construída em cima da lisura e da justiça, contrário do que algumas pessoas preocupadas com seus interesses pessoais tentam passar.

  • Judiciário X Judiciário, prefiro o lado da Sueli Pini. Por que o outro lado é uma cortina de fumaça, não se enxerga claramente as coisas.

  • Essa é a penalidade a quem é probo, sério e cumpridor do seu dever. Tentar lamear uuma juíza com essas qualidades só alguns inhacas da província ousariam. A ser assim, é bom anular os julgamentos em que o Presidente d TRE/AP Luiz Carlos Gomes dos Santos participou, afinal, seu filho Luiz Carlos Jr, é filiado ao PSDB e será candidato a deputado federal nestas eleições, conforme notícias nos jornais locais.

  • No Amapá ser competente e honesto,passa por essas e por outras,o que eles querem mesmo é tentar colocar todo mundo na vala comum da corrupção da incompetencia e da desonestidade.Parabéns para Dra.Sueli Pine, e muita força para continuar o trabalho que vem desenvolvendo.O que vale é a LEI e não as querelas pessoais e/ou profissionais.

  • A dra. Sueli nada mais fez que cumprir o seu papel de magistrada. Acredito que nem sabia que o filho era filiado a partido de oposição. E,mesmo que soubesse, ainda assim, não a tornaria suspeita. A magistrada apenas cumpriu o seu papael, julgando com com firmeza e imparcialidade.

  • Ilustrissima Juiza, Sueli Pini, Como já foi dito em um outro comentário, realmente nem precisava vir a público esclarecer todos esse fatos. Sabemos o quanto és competente e imparcial. Sou acadêmico de direito e posso dizer que mulheres que admiro neste meio juridico são apenas duas. Sueli Pini e Ellen Greyce nossa Ministra do Supremo. Enfim, mulher que merece todo nosso respeito.

  • Doutora Sueli, estes jornais jabazeiros, só prestam para bajular e puxar o saco dos governantes de plantão. Quem conhece sua estória de vida no judiciário amapaense, sabe da pessoa honrada que é. Parodiando o saudoso jornalista: “Os cães ladram e a caravana passa”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *