Operação Eclésia – Termina o julgamento: Moisés Souza e Edinho Duarte são condenados

Acabou agora há pouco o julgamento do deputado Moisés Souza e do  ex-deputado Edinho Duarte  acusados, pelo Ministério Público Estadual, de desviar mais de R$ 5 milhões da Assembleia Legislativa , usando um contrato supostamente fraudulento com a  empresa Tapajós Agência de Viagens e Turismo para compra de passagens aéreas
nos anos de 2011 e 2012.
Os dois foram condenados a 6 anos e 8 meses de prisão, mas cumprirão a pena em regime aberto. Foram condenador ainda a devolver o dinheiro e perda de função pública. Moisés Souza – que está afastado da presidência da Assembleia Legislativa – foi condenado ainda a perda do mandato de deputado estadual.

Além de Edinho Duarte e Moisés, foram julgados também e condenados a 2 anos e 8 meses Edmundo Tork, Abel Lindemberg e Janiery Torres – que à época exerciam cargos na Assembleia Legislativa – e a empresária Orenilza Oliveira, da empresa Tapajós Agência de Viagens e Turismo.

Mais informações daqui a pouco

  • Esse julgamento ridículo , absolver esses caras dos crimes de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha , etc e pra se revoltar, parece que eles até já sabiam do resultado do julgamento (uma palhaçada.) NESSE ESTADO O CRIME.COMPENSA.ENTAO VAMOS ROUBAR.

  • Muito bom o resultado da operação, mas pra mim pela quantidade dedinheiro roubado a pena foi muito branda. Ex: quem é preso roubando uma galinha pode ter uma pena superior (…)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *