Operação Eclésia vai continuar

Do site do MPE

A procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Amapá, Ivana Cei, ratificou integralmente os termos da inicial da Ação Cautelar Inominada,  que provocou a Operação Eclésia deflagrada no dia 22 de maio,  assegurando  a continuidade das investigações

A Operação Eclésia continuará apurando eventuais atos de improbidade administrativa na gestão da Assembleia Legislativa do Amapá, investigação de documentos como notas fiscais e folha de pagamento de funcionários, que já haviam sido requisitados pelo Ministério Público, mas não houve o atendimento por parte da AL.

  • Dra. Ivana e Dr. Afonso, parabéns. O que voces estão fazendo integra o perfil de um MP atuante. Com toda certeza os senhores sofrerão as mais duras perseguições com o intuito de intimidá-los. Não desistam!. Vamos extirpar do Estado do Amapá os atos de interesses puramentes pessoais, mandando para a cadeia todos os responsáveis pelos desmandos no nosso Estado. Vamos afastar das atividades públicas os imorais da Administração Pública e fazê-los repor tudo o que subtrairam dos cofres públicos. Srs. promotores, quando são noticiados delitos tais como latrocínio, roubo, furto e estelionato, exemplificadamente, a primeira reação que setem é de revolta contra os autores, chegando-se até em pensar na aplicação da pena de morte. Contudo, se fizermos uma análise mais apurada, chegaremos à conclusão de que muitos dos autores desses delitos não tiveram oportunidade de serem bons cidadãos. Faltaram-lhes creches, escolas de qualidade e políticas de geração de emprego, dentre outros porque bandidos do colarinho branco surrupiaram valores dos cofres públicos, que poderiam perfeitamente serem aplicados em creches, escolas, investimentos sociais e políticas de geração de emprego. Não quero dizer com isso que a ausência de políticas públicas justificam os atos transgressores realizados pelas vítimas da sociedade. Quero dizer é que o maior bandido é exatamente aquele que desviou, quaisquer que sejam as formas, o dinheiro que deveria ser usado em investimentos públicos.

  • Parabens, a ação deve continuar, o Amapa presisa ser passado a limpo, e, só as Instuições com poderes para tal é que podem fazer, e com o apoio do povo que é importante.

  • esse TJ amapá é uma vergonha. Faça o levantamento é vai achar muito cargo de suas indicações na assembléia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *