Empresário preso na Operação Acrópoles é diretor da Caesa

João Paulo Dias Bentes Monteiro, que foi preso hoje na Operação Acrópole, é diretor técnico da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa). Em nota a diretoria executiva da Caesa informou que convocou uma reunião extraordinária do Conselho de Administração, a ser realizada no prazo regimental de 48 horas, com o objetivo de deliberar sobre a exoneração dele. E ressalta que os fatos apurados na Operação Acrópoles em nada se relacionam à atuação dele em suas funções na estatal.

João Paulo Monteiro é sócio da empresa J.J. Monteiro Machado Construções Ltda, contratada, sem licitação, pela Assembleia Legislativa. De acordo com o MPE, Monteiro disse em depoimento que sua empresa foi contratada em regime emergencial mas não soube precisar os serviços que seriam prestados.

  • Sabe de nada INOCENTE, a Administração da CAESA, tem algumas situações PECULIARES que estão fadados a incompetência de ALGUNS GESTORES.
    Vejamos: o atual diretor financeiro foi diretor financeiro da CEA, funcionário do Governo Federal dispensado por “……..” e EX……., Presidente da Comissão de Licitação – CL também foi funcionária da CEA dispensado por “………”, o Presidente foi procurador Jurídico da CEA, enfim o “grupo” está montado.
    Pobre dos Usuários de abastecimento de água.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *